Yu-Gi-Oh! Blog

Criar

Exibindo 1-20 de 20 itens.
  • Os Invocadores Ocultos

    Os Invocadores Ocultos

    por CyberseTeamBR em 03/12/2018 - 82 Visualizações, 0 Comentários.

    Salve duelistas!



    A mais ou menos duas semanas, chegava ao TCG, a coleção Hidden Summoners, ou para nós aqui do Brasil, Invocadores Ocultos. Essa é mais uma daquelas coleções especiais que vem com 3 novos Arquétipos e é repleta de cartas brilhantes. Segue o mesmo padrão de 60 cartas por coleção e 5 por pacote, num total de 24 pacotes. E dentre esses novos Arquétipos, um dele merece destaque e está sendo cotado para dar as caras no Metagame. E no post de hoje, é hora de fazer uma pequena análise dos novos Decks. E aí, vamos pro Test Drive?



    Deck #1: Nephthys





    Nephthys é um Arquétipo composto por monstros Besta Alada de FOGO e Mago de VENTO. Possuem uma mecânica muito parecida com a dos Fire King, gerando vantagem em destruir cartas no seu campo e mão para gerar recursos e triggar efeitos. O primeiro monstro desse Arquétipo, Fênix Sagrada de Nephthys, foi lançado em 2005, e até então não haviam recebido nenhum tipo de suporte direto.



    A partir da coleção Invocadores Ocultos, o Deck ganhou uma mecânica consistente, onde a ideia é encher o campo, ao mesmo tempo em que se destroem cartas. Os Monstros Mago do Arquétipo ativam seus efeitos ao destruírem monstros da mão (seja para adicionar cartas ou Invocar outros monstros), e então os monstros destruídos triggam seus efeitos, se Invocando do Cemitério durante a Standby Phase.



    Além disso, o Deck ganhou um potencial de OTK e controle de campo, com a chegada de dois novos Monstros Ritual e Links, que possuem alto poder de ATK e podem destruir monstros, como é o caso do Cerúlea Fênix Sagrada de Nephthys, que possui 3000 de ATK. Além disso, os Links do Arquétipo oferecem um controle de campo e geram recursos, ao adicionar cartas para mão e proteger seus monstros. O monstro às do Deck é o Nephthys, a Chama Sagrada, que possui 2400 de ATK, mas pode ficar com 4800 e imune a efeitos, enquanto protege seus outros monstros de ATK.



    Deck #2: Prank-Kids





    O segundo, e melhor Deck da lista é o Prank-Kids. Ele é o famoso mais do mesmo. São monstros de Tipos, Níveis e Atributos diferentes (Gozen e Rivalry fazem a festa) e que usam a mecânica de Fusão e Link.



    Seu estilo de jogo consiste em usar seus monstros Prank-Kids como matéria para Fusão ou Link, e assim, ativar seus efeitos, que o permite Invocar outros monstros do Deck de nome diferente. Assim, quanto mais Links e Fusões você faz, mas enche o campo para fazê-las. Com isso, o Deck se torna muito consistente e reativo, e é por esse motivo que é cotado para entrar no Meta.



    Seus monstros de Main Deck podem ser facilmente acessados pela Clube dos Travesso-Guris, que quando ativada, busca qualquer um deles para à sua mão. Além disso, diminui ATK de monstros do oponente quando você faz Link e aumenta o ATK dos seus quando você faz Fusão.



    Seus Monstros Link e Fusão tem ATKs iguais (1 com 3000 e 2 com 2000 cada). E seus efeitos incluem Invocar monstros e adicionar Spells/Traps para a mão. Nesse caso, os Link 2 e as Fusões de Nível 5 do Arquétipo possuem quando Invocados ativam seus efeitos, normalmente relacionados a batalha, e podem se auto tributar para reciclar recursos do Cemitério e adicioná-los à mão (Link) ou Invocar Prank-Kids do Cemitério (Fusão).



    E por fim, o Link 4 e a Fusão Nível 10 do Arquétipo possuem efeitos que são Quick, e permitem destruir todas as Spells/Traps e monstros do oponente, limpando o campo, e abrindo espaço para Invocar outros monstros Prank-Kids do Cemitério e cada vez mais encher o campo de novo, por conta de seus efeitos.



    Deck #3: Mayakashi





    O Arquétipo que mais me agradou da coleção. Apesar de ser o menos forte dentre todos, possui uma mecânica muito forte e interessante envolvendo os Monstros Sincro.



    A principal estratégia do Deck é Invocar monstros Sincro, entre os Níveis 3 à 11, de forma lenta e gradativa, e, após isso, Invocar os monstros em forma diminutiva do Cemitério. Isso acontece porque se um Monstro Sincro do Arquétipo de Nível menor que um do campo estiver no seu Cemitério, e seu monstro de Nível maior for destruído, ele se Invoca do Cemitério e então ativa seus efeitos de campo, que variam entre destruir cartas e ser imune a efeitos.



    A carta que faz o Deck funcionar é a Dakki, a Mayakashi Elegante que sempre que um monstro Sincro Mayakashi é Invocado do Extra Deck para o Campo, e ela está no Cemitério, ela se Invoca de lá, e faz um novo Sincro de Nível mais alto, subindo a escada do Nível 3 ao 11. Seu efeito não é uma vez por turno, e por isso acabou criando um novo FTK para o jogo, que utiliza o Soul-Absorbing Bone Tower, como engine. Seu efeito diz que cada vez que um Zumbi é Invocado, duas cartas do Deck do oponente são enviadas para o Cemitério. Fazendo múltiplas Invocações por esse efeito, resulta em reduzir o Deck do oponente para 0, antes mesmo que ele possa jogar. Injusto, mas divertido.



    Bom pessoal, esse foi o nosso post de hoje! Não deixem de visitar nosso canal no YouTube. E caso você tenha se interessado por qualquer carta vista nesse post, não esqueça que elas já estão disponíveis na MYP Cards. Até a próxima segunda galera!



    Att, Cyberse Team BR


  • Test Driver Deck Cyberse

    Test Driver Deck Cyberse

    por CyberseTeamBR em 28/11/2018 - 64 Visualizações, 0 Comentários.

    Em dúvida se o deck é forte ou se vale a pena comprar? Nós montamos o deck, organizamos um torneio e fomos jogar com ele. Os resultados estão logo a seguir, no final teremos uma pequena avaliação geral do deck.



     



    O Formato do torneio



    Adotamos o formato usado tradicionalmente em campeonatos de futebol onde cada time enfrenta todos os outros. Logo, não poderiam ser muitos jogadores ou ficaria impossível fazer todas as matchs em um único dia. Tivemos então 6 participantes que deveriam enfrentar todos os outros em 5 rodadas.  Assim como no campeonato brasileiro, o campeão seria decidido por pontos corridos. Cada duelo vencido valendo 1 ponto.



     



    Os Decks participantes



    Por não ser justo confrontar o Cyberse com o meta, convidamos jogadores que possuíssem decks equivalentes (ou não). Aceitaram nosso convite: Shinobird, Cyber Dragon, Blue-Eyes, Fire King, Cyberse e DarkGaia OTK.



     



    Rodada 1 – Cyberse x Shinobird





    Nossa primeira match foi contra um deck focado em invocação ritual, cuja principal estratégia é invocar Amano-Iwato  direto do deck para o campo pelo efeito da Shinobaron Peacock  , equipar o Amano-Iwato  com Moon Mirror Shield  e controlar o campo pois os efeitos de monstros do oponente não podem ativar e o Amano-Iwato  não pode ser destruído por batalha graças à proteção da Moon Mirror Shield .



    Isso foi exatamente o que aconteceu no primeiro duelo, e sem poder ativar efeitos de monstros simplesmente não tinha como passar por cima do Amano-Iwato . Perdemos.



    No duelo seguinte jogamos primeiro e fizemos um campo sólido, o Shinobird aparentemente "bricou", setou uma carta e passou, no nosso turno fizemos Tri-Gate Wizard, banimos a carta setada e vencemos por OTK. Terceiro duelo conseguimos proteger todos os nossos monstros de serem alvo de efeitos graças à Honeybot , porém o Shinobaron Peacock quando entra retorna monstros para a mão sem dar alvo, dessa forma perdemos.



     



    Rodada 2 – Cyberse x Cyberse





    Mirror match de Cyberse é bem interessante, por conta das diferentes builds possíveis. O Cyberse que enfrentamos era puro link e fazia os mesmos combos que nós, o diferencial que nos colocou um pouco à frente foi o uso da variação ritual e fusão. Os duelos foram bem acirrados com Encode Talker  atrapalhando para os dois lados, mas conseguimos invocar o Cyberse Magician  que possui vantagem natural contra monstros links e vencemos.



    Rodada 3 – Cyberse x DarkGaia





    Enfrentamos um deck que não fazíamos ideia de como funcionava, mas aprendemos rapidinho, a ideia é utilizar Dystopia the Despondent  e Valkyrion the Magna Warrior  como matéria de fusão para criar Evil HERO Dark Gaia com 8.500 de ataque. Mas contra Cyberse estratégias baseadas em poder de ataque não são tão efetivas. O primeiro Evil HERO Dark Gaia  que atacou ficou com o ataque zerado graças ao Linkuriboh que deixamos no campo por precaução justamente por não conhecer o deck rival. Graças a Encode Talker ser capaz de “roubar” ataque, jogamos tranquilos e vencemos sem grandes dificuldades.



    Rodada 4 – Cyberse x Fire King





    Logo no primeiro duelo Fire King trouxe Fire King High Avatar Garunix com a Onslaught of the Fire Kings  e destruiu um Fire King Avatar Yaksha  com a Fire King Island  para trazer outro Fire King High Avatar Garunix , que foi destruído pelo efeito do Fire King Avatar Yaksha. No turno seguinte começou o loop de destruir todos os monstros no campo em cada fase de apoio. Combamos o máximo possível e conseguimos fazer o Cyberse Clock Dragon com 10.500 de ataque, batemos no Fire King High Avatar Garunix que tem 2.700 mas o oponente ainda sobreviveu com 200 de vida, no turno seguinte o loop destruiu o Cyberse Clock Dragon e como não tínhamos mais recursos pra voltar ao jogo, perdemos. No duelo seguinte tivemos nossas jogadas interrompidas por Bottomless Trap Hole e Debunk , não conseguimos fazer nosso campo e fomos pro brejo.



    Rodada 5 – Cyberse x Blue-Eyes





    Contra Blue-Eyes apostamos que Encode Talker  Co-linkado com Knightmare Cerberus  seria o suficiente para ultrapassar o poder de ataque dos dragões e não ser destruído pelo efeito do Blue-Eyes Alternative White Dragon , mas inteligentemente nosso rival usou a fusão Blue-Eyes Twin Burst Dragon  para remover o Encode Talker do jogo, a pressão de enfrentar vários monstros com 3000 de ataque foi demais para o Cyberse. Vitória dos dragões.



    O jogador de Cyber Dragon precisou sair mais cedo e por isso não o enfrentamos desta vez.



     



    Resultado



    Bem, terminamos em 3º lugar, a medalha de ouro foi para o Blue-Eyes e a prata para o Fire King. No geral nós gostamos bastante da experiência, o deck Cyberse peca em não possuir monstros que tirem recursos do oponente e o Tri-Gate Wizard  é a única negação de efeito do deck.



    Conclusão



    O deck é muito justo em relação a custo benefício, pelo preço pago por ele os resultados são bem relevantes, não é novidade para ninguém que um trio de Blue-Eyes Alternative White Dragon  já é bem mais caro que o deck Cyberse completo, então não tem motivos para exigir tanto do deck. Nossa recomendação é: não compre o deck achando que vai topar em torneios grandes, nem pague inscrição para jogar torneios locais com ele pois a chance de lucro é muito baixa, mas ele é um deck bem legal para passar um final de semana agradável com os amigos.



    Por hora ficamos por aqui, mas próximo final de semana tem mais, aguardem...



    ps: alguns desses duelos foram gravados e poderão ser assistidos em nosso canal no youtube em breve: CyberseTeamBR  se inscrevam para serem avisados quando os vídeos dos duelos forem publicados. Até mais galerinha.


  • YCS Brasil: Surpresa em São Paulo

    YCS Brasil: Surpresa em São Paulo

    por CyberseTeamBR em 19/11/2018 - 71 Visualizações, 0 Comentários.

    O YCS São Paulo aconteceu nesse final de semana e reuniu 450 duelistas (um número bem abaixo das estimativas da Konami). Semana passada, fizemos um post sobre os Decks favoritos para vencerem esse torneio aqui no blog do MYPCards. A lógica se fez presente no Top 64 e 32 do torneio, onde grande parte disso, de forma surpreendente, se resumiu em Burning Abyss Sekka ou juntos com Infernoids.



    Mas o que sem dúvida foi uma surpresa foi o Deck vencedor do torneio: Trickstar. Elas venceram na final do torneio o Deck de Sky Striker do já conhecido e famigerado Paulo "PRRJ". Tudo bem que elas estavam na nossa lista de favoritos, mas estavam em último lugar da mesma, já que os Trickstars não estavam topando muito em torneios por aí.




    Henrique Nascimento
    Henrique Nascimento, campeão do YCS2018 pilotando Trickstar




    Mas assim como no WCS 2018, Trickstar sempre aparece quando menos se espera com seu combo de burn fatal. Trickstar Candina e Trickstar Lycoris são cartas fortes no final das contas, e com o auxilio do campo Trickstar Light Stage se tornam ainda mais relevantes.



    No blog oficial da Konami, mais detalhes dos duelos foram adicionados. Neles se mostram todas as jogadas realizadas nos 3 duelos. O impressionante é que uma das cartas mais decisivas para o duelo foi a Legado do Duelista.



    Confira como foram os duelos nos links abaixo:



    YCS SP – Final: Paulo Roberto vs. Henrique Domingues – Parte 1

    YCS SP – Final: Paulo Roberto vs. Henrique Domingues – Parte 2



     



    Att, Cyberse Team BR


  • YCS Brasil: Quais são os Deck favoritos para vencer?

    YCS Brasil: Quais são os Deck favoritos para vencer?

    por CyberseTeamBR em 12/11/2018 - 109 Visualizações, 0 Comentários.

    Como vocês devem saber, o YCS (Yu-Gi-Oh! Championship Series) no Brasil, será disputado nos dias 17 e 18 de Novembro em São Paulo. Esse sem dúvida é um dos principais eventos do ramo, e é a porta de entrada para que você possa participar do WCQ (World Championship Qualifying) e representar seus país no campeonato mundial.





    Então é de se esperar que os melhores duelistas do país se encontrem durante esses dois dias para jogar cartinhas. São esperados entre 600 e 2.000 duelistas (segundo estimativas da Konami). Mas, um pouco aquém disso, qual serão os Decks favoritos para vencer essa competição? Vem comigo, e vamos fazer uma rápida análise aqui no MYP!



    6º Lugar: Trickstar - Um Deck que acabou sendo, mesmo que indiretamente, afetado pela Banlist. Trickstar sem dúvida continua sendo um Deck muito forte, mas muito vulnerável a handtraps, ao mesmo tempo em que é muito réfem delas. Possui um dos combos mais fortes do jogo, que usa Droll & Lock Bird e Trickstar Reincarnation para deixar o oponente sem mão. E pode ser essa vertente que cause mais dor de cabeça no Meta. Além disso, seu burn, depois de constituido é muito forte, e com poucos turnos, pode "matar" o oponente. Porém ele é um Deck quem tem dificuldade contra qualquer outro Meta do formato atual, e por isso corre por fora e é somente o sexto lugar da lista.





    5º Lugar: Burning Abyss Sekka - Um Deck clássico e que se renovou. Meta em 2014, e por longos anos, esse Deck continua sendo forte e super consistente, principalmente com a chegada da Sekka's Light, que deu uma nova cara para ele. Mas o Deck ainda passa muito longe do que ele realmente foi no passado, apesar de ainda ser um Deck com respostas para quase tudo por conta de seus efeitos de Cemitério, e ser um dos poucos Decks que realmente se aproveite muito do efeito do Borrelsword Dragon. Mas apesar disso, tem uma Match fraca contra Danger! FTK, Altergeist Silquitous e Sky Striker, mas se sai muito bem contra Thunder Dragon. Fica com o quinto lugar da lista.





    4º Lugar: Altergeist - Na linha tênue entre os Tier 1 e 2, está o Altergeist. Esse Deck é bem curioso. Era extremamente irrelevante até a Circuit Break, mas com a chegada da Extreme Force e Flames of Desctruction e com o Altergeist Multifaker, ele se tornou um Deck muito forte e chegou a dominar o Meta. Porém, não recebeu mais suportes depois disso, o que acabou deixando ele um pouco mais "ultrapassado" em relação aos outros. É um Deck muito bom indo primeiro, já que sua interação acontece no turno do oponente, mas ao mesmo tempo ele é muito ruim contra Sky Striker e Danger! FTK. Consegue ir bem contra o Thunder Dragon, mas depende de um mão boa para isso. É um Deck que precisa ser moldado para vencer esses Decks com floodgates e cartas de side, porque naturalmente, sozinho é algo que ele dificilmente consegue. Por isso, fica com o quarto lugar da lista.





    3º Lugar: Thunder Dragon - O Deck mais recente do Meta. Chegou para o ocidente a poucos dias, na coleção Fusão da Alma. Possui um estilo de jogo simples, mas que não deixa de ser forte. Seus monstros ativam seus efeitos quando banidos, então Gold Sarcophagus é uma das cartas chave para esse Deck. Além disso suas Fusões são muito fortes e entram em campo muito fácil, gerando um Lock onde o oponente não pode adicionar cartas para mão, além de destruir cartas do oponente cada vez que um efeito for ativado na mão. Por esse motivo, tem uma Match muito boa contra Sky Striker, mas peca por ter somente uma jogada característica e por não ser tão consistente, o que faz com que esse Deck fique em terceiro lugar.





    2º Lugar: Danger! FTK - Um Deck perigoso. O trocadilho se fez necessário. Não é um Deck Danger! por si só, e sim um Deck que usa-os como engine, juntamente com Dark World e o Cannon Soldier para gerar spam e Draw praticamente infinitos em campo, tendo recurso para causar dano por efeito e vencer o duelo. É muito difícil de ser parado na Match 1, justamente pelo fato de grande maioria dos Decks usarem Handtraps no side, por isso ganha grande vantagem contra Decks como Sky Striker ou Burning Abyss por exemplo, onde o uso de Handtraps quebra um pouco a consistência. Tem uma Match ruim contra Thunder Dragon caso jogue em segundo, mas bricka menos, e é um pouco mais versátil, por isso fica com o segundo lugar.





    1º Lugar: Sky Striker - Esse é um Deck bastante problemático, e já vem desfilando na passarela do meta a algum tempo. Além de poder ser jogado puro, que é a build mais comum atualmente, eles também podem ser usados como engine em outros Decks, o que é prova da sua versatilidade e solidez. Apesar de só possuir um monstro de Main Deck (Sky Striker Ace - Raye), é um Deck que abusa de usar Spells para o controle de campo: Sky Striker Airspace - Area Zero e Sky Striker Mecha Modules - Multirole, como também para lidar com as mais diversas situações de duelo, podendo negar efeitos, destruir cartas, adicionar cartas à mão e diminuir ATK/DEF de monstros. Fica um pouco mais fraca por conta do formato FTK, já que necessita usar handtraps para pará-los, deixando um pouco de lado sua consistência, mas mesmo assim, se mantem em primeiro na lista.





    Não deixe de ficar ligado no YCS nesse final de semana! Fique sempre de olho no Blog da MYP e no canal Cyberse Team BR no Youtube. Até a próxima galera, valeu!



    Att, Cyberse Team BR


  • Analisando as cartas do novo estrutural: Zombie Horde

    Analisando as cartas do novo estrutural: Zombie Horde

    por CyberseTeamBR em 05/11/2018 - 74 Visualizações, 0 Comentários.

    Olá caros leitores do Blog da MYP Cards, aqui quem vos fala é Daniel Ricardo, redator oficial e um dos co-fundadores do Cyberse Team BR. Antes de começar, permita-me falar um pouco sobre o nosso time e nossas ideias: Somos dois duelistas da cidade de Salvador com um projeto ousado. Criamos um canal no Youtube e um Blog na internet pra falar especificamente sobre o Tipo Ciberso, que chegou a pouco mais de 1 ano no jogo. Mas não falamos de uma forma monótona, nossa intenção é ensinar os duelistas iniciantes com nossos vídeos e manter um diálogo com os mais veteranos no Blog, convido você a conhecer nosso trabalho Cyberse Team BR.



     



     





    Hoje estou aqui para mudar o foco. Recentemente, no dia 02 de Novembro de 2018, mais popularmente conhecido como Dia dos Finados, o Structure Deck: Zombie Horde foi lançado no TCG (coincidência)? Um bom remix, com ótimas cartas novas, assim como excelentes reprints.



     





    Tatsunecro é um Monstro Tuner de Nível 3, que permite usar monstros da mão como Matéria Sincro. Um efeito muito interessante, já que gasta menos recursos em campo para Invocar um monstro mais forte. Apesar disso gasta sua Invocação-Normal do turno e acaba deixando o Deck lento, já que há opções melhores. Por isso mesmo, não é tão usado em builds competitivas.





    Necroworld Banshee é de longe uma das melhores (senão a melhor) do Deck. Além de oferecer proteção para a já conhecida Magia de Campo Zombie World , ela ainda permite que você possa ativá-la diretamente do Deck ou da mão em ambos os turnos, ao bani-la do campo ou Cemitério. Um efeito muito importante, já que a Zombie World é a carta chave do Deck, pois quase tudo que o Deck faz gira em torno dela (está aí um dos seus defeitos).





    Glow-Up Bloom é uma das cartas que vai te dar acesso ao novo Boss Monster do Deck. Ao ser enviada pro Cemitério, e se banir, você pode adicionar para à mão ou Invocar (caso a Zombie World esteja no campo) um Zumbi Nível 5 ou mais para o campo. Sem contar que é um Tuner de Nível 1, e One for One  pode Invocá-la com muita facilidade.





    Doomking Balerdroch é o monstro perfeito. Tudo o que faltava para os Zumbis. Claro que isso se aplica a mecânica correta, então nada de colocar essa carta em qualquer Deck de Zumbis por aí. Durante a Fase de Apoio, se estiver no seu Cemitério e você controlar Zombie World, você pode Invocá-lo. Além disso, quando um efeito de um Monstro Zumbi for ativado (na mão, campo ou Cemitério) você pode negar o efeito ou banir 1 monstro no campo/Cemitério (na verdade você pode usar os dois, cada um uma vez durante o turno). Lembrando que Zombie World transforma todos os monstros do oponente em Zumbis, então teoricamente, você pode negar tudo. Além disso é um bom Beatsick com 2800 de ATK.



     



    Além disso, o Deck também teve reprints muito importantes. Gozuki  e Mezuki  são as cartas mais importantes em QUALQUER Deck Zumbi, já que enviam cartas para o Cemitério (ativando os efeitos já citados) e Invocando-os de lá (boa válvula de escape caso você não controle a Magia de Campo). Além disso, Immortal Ruler  é uma outra opção, mesmo que pouco usada para reciclar sua Zombie World do Cemitério.



     



    Shiranui Solitaire  e Uni-Zombie  também são cartas essenciais. Auxiliando na Invocação-Sincro e sendo os iniciadores de jogadas. Além disso, podem ser usados em conjunto com o Shiranui Spiritmaster , que infelizmente não vem no Structure Deck (mas você pode comprar aqui na MYP Cards).



     



    Zombie Necronize rouba um monstro do oponente se existir um Zumbi no campo. Sendo muito útil para se livrar de um monstro problemático. Além disso também pode reciclar seus monstros banidos. E se utilizado em conjunto com a Zombie Power Struggle pode fortalecer seus monstros ou enfraquecer os do seu oponente.



     



    Além disso, o Structure Deck também vem com cartas incríveis como Shared Ride , Anti-Spell Fragrance  e Mask of Restrict , que são utilizadas em grandes torneios, e agora possuem um preço acessível.



     



    Bom, terminada a análise, esse são os motivos pelo qual você deve comprar o mais novo Structure Deck dos Zumbis. Além de ser um tier 2 no Metagame do OCG (com tendência a ser no TCG) é um Deck com cartas boas e baratas, e com uma jogabilidade fácil. Não deixe de comprar suas cartas necessárias para reforçá-lo aqui na MYP Cards, e monte-o do seu jeito!



     



    Até a próxima!


  • Promoção e Sorteio - Cyberse Team BR

    Promoção e Sorteio - Cyberse Team BR

    por MypCards em 03/11/2018 - 45 Visualizações, 0 Comentários.

    Ola galera, tudo bem?



    Estamos aqui para divulgar a nossa promoção e sorteio junto ao nosso parceiro do Cyberse Team Br.





    Corre lá no vídeo, segue o tutorial e comenta lá que você estará automaticamente participando do sorteio!!



    Abraços e bons jogos,


    Equipe MYPCards

  • Integração com a TCGPlayer

    Integração com a TCGPlayer

    por MypCards em 02/10/2018 - 217 Visualizações, 1 Comentários.

    Hoje estamos aqui para anunciar uma GRANDE NOVIDADE!!





    Agora nossa plataforma conta com os preços da TCGPlayer integrado ao nosso sistema!



    Como isso funciona?




    • Nós integramos todos os preços da TCGPlayer ao nosso sistema, fazendo com que você possa acompanhar o mercado nacional e internacional dentro de uma única plataforma!

    • Para a cotação do dólar, estamos utilizando o valor padrão de R$3,50* mas que em breve será configurável por usuário, o que significa que você poderá determinar o valor padrão para a sua cotação de dólar, moldando essa ferramenta ao seu gosto!



     



    Sempre quis saber se o preço daquela carta que está jogando muito no formato Standard do Magic mas só lembra o nome da carta em português, o que dificulta a busca pela carta em sites internacionais? Problema resolvido! Da uma olhada na cara nova do detalhe do produto!!





     



    Ou sempre quis saber se o preço daquela carta de Star Wars: Destiny está bom para comprar? Tem também! 





    E mais, algum dia quis saber o preço daquela carta antiga, que ninguém tem mas que você ficou curioso? Também é possível.





    E Pokémon? E Yu-Gi-Oh!? AGORA tem também!!





     



    E não é só isso, a ferramenta também nos trará uma infinidade de novas coisas para a plataforma que aos poucos vocês verão aparecendo, como por exemplo o destaque de cartas com um preço abaixo do que o da TCGPlayer (cartas em oferta) e também uma nova funcionalidade para você comparar o preço das suas cartas com os da TCGPlayer.



    Fiquem ligados que logo logo vem mais.



     



    Att,



    Equipe MYPCards



     



    * Valor amplamente aplicado pelo mercado nacional



    ** Solução ainda em beta, estamos aberto a sugestões e feedback


  • LED3 - Legendary Duelists: White Dragon Abyss

    LED3 - Legendary Duelists: White Dragon Abyss

    por MypCards em 01/10/2018 - 82 Visualizações, 0 Comentários.



    Legendary Duelists: White Dragon Abyss teve o seu lançamento dia, 27 de Setembro de 2018, e já estamos com as cartas disponíveis na plataforma!



    Não deixem de conferir!!



    https://mypcards.com/yugioh/legendary-duelists-white-dragon-abyss


  • SDPL - Structure Deck: Powercode Link

    SDPL - Structure Deck: Powercode Link

    por MypCards em 02/08/2018 - 68 Visualizações, 0 Comentários.

    Spoiler completo da edição, com data de lançamento para 9-10 de agosto de 2018, foi revelado e em breve estará disponível na nossa plataforma!!





    SDPL-EN001 Dongle Acorn 

    SDPL-EN002 Garbage Collector

    SDPL-EN003 Sea Archiver

    SDPL-EN004 Flame Bufferlo

    SDPL-EN005 Lady Debug

    SDPL-EN006 Antialian

    SDPL-EN007 Storm Cipher

    SDPL-EN008 Segmental Dragon

    SDPL-EN009 Cyberse Gadget

    SDPL-EN010 Juragedo

    SDPL-EN011 Mecha Phantom Beast Tetherwolf

    SDPL-EN012 Reborn Tengu (2 cópias)

    SDPL-EN013 Skull Meister

    SDPL-EN014 Goblindbergh

    SDPL-EN015 Phantom Skyblaster

    SDPL-EN016 Genex Ally Birdman

    SDPL-EN017 Effect Veiler

    SDPL-EN018 Magical Merchant

    SDPL-EN019 Cosmic Compass

    SDPL-EN020 Launcher Commander

    SDPL-EN021 Cynet Storm

    SDPL-EN022 Night Beam

    SDPL-EN023 Offerings to the Doomed

    SDPL-EN024 Forbidden Chalice

    SDPL-EN025 Scapegoat

    SDPL-EN026 Swords of Revealing Light

    SDPL-EN027 Reasoning

    SDPL-EN028 Fires of Doomsday

    SDPL-EN029 One for One

    SDPL-EN030 Terraforming

    SDPL-EN031 Packet Link

    SDPL-EN032 Wild Tornado

    SDPL-EN033 Traptrix Trap Hole Nightmare

    SDPL-EN034 Blazing Mirror Force

    SDPL-EN035 Trap Stun

    SDPL-EN036 Safe Zone

    SDPL-EN037 Call of the Haunted

    SDPL-EN038 Reckless Greed

    SDPL-EN039 Debunk

    SDPL-EN040 Powercode Talker (Ultra Rare)

    SDPL-EN041 Traffic Ghost

    SDPL-EN042 LANphorhynchus


  • CYHO - Cybernetic Horizon

    CYHO - Cybernetic Horizon

    por MypCards em 27/07/2018 - 91 Visualizações, 0 Comentários.

    Resultado de imagem para cybernetic horizon



    Cybernetic Horizon tem o seu lançamento marcado para hoje, 27 de Julho de 2018, e já estamos colocando as cartas disponíveis na plataforma!



    Não deixem de conferir, de pouco em pouco tudo estará disponível!!



    https://mypcards.com/yugioh/cybernetic-horizon


  • YCS Brasil - 17 e 18 de novembro 2018

    YCS Brasil - 17 e 18 de novembro 2018

    por MypCards em 26/07/2018 - 1031 Visualizações, 0 Comentários.

    Foi confirmado o YCS Brasil nos dias 17 e 18 de novembro 2018, em São Paulo, no espaço de eventos Hakka.



    Endereço: Rua São Joaquim, 460, Liberdade - São Paulo.





     



    Fonte: YuGiOhNexus


  • “Cláusulas Gorz” - Como condicionar os jogadores com apenas uma carta

    “Cláusulas Gorz” - Como condicionar os jogadores com apenas uma carta

    por Mastumaty em 18/07/2018 - 94 Visualizações, 0 Comentários.

    Olá galera!! Beleza? Desculpem a demora!!



    Hoje vou falar (até demais) sobre uma carta, que tinha mencionado post passado, e como ela mudou a forma de muitos jogarem, na época em que foi mais utilizada.



    Se quiserem apenas o resumo do que é abordado nesse post, pode pular para o final.



    ***





    Todo card game, além de suas regras básicas, possuem jogadas que são tão comuns entre os próprios jogadores que acabam se tornando regras por si.



    No caso do Yugioh, são coisas como: ativar Mystical Space Typhoon  na end phase do oponente, impedindo-o de ativar a carta setada no próximo turno; mudar para defesa um monstro importante para, na battle phase, não sair muito no prejuízo caso tomar uma Mirror Force ; ou até deixar para setar as spell/traps na main phase 2, para não serem destruídas por efeitos de cartas do oponente na battle phase. 



    Todas as “jogadas” acima são práticas comuns de um jogador, com pelo menos alguma experiência no cenário competitivo de até 2010, mais ou menos. Na época em que as cartas supracitadas eram regularmente usadas no meta game.



    Porém, nenhuma delas acho que impactou mais o cenário, no sentido de condicionamento de jogador, como o Gorz the Emissary of Darkness . 



    Para aqueles que desconhecem a carta, por fazerem quase 10 anos que a carta foi lançada, darei um tempo para ler o efeito dela, no link acima.



    ....Leram?



    Ok. Prosseguindo.



    Então, antes de explicar o porquê do Gorz ser uma carta tão impactante assim, temos que lembrar que, há quase 10 anos, o meta era MUUUITO diferente. Não se fazia Special Summon a rodo do Extra Deck, como hoje em dia. Ou seja, a Normal Summon tinha muito mais valor naquela época. E, também, os boss monsters ou eram muito complicados de invocar ou não eram tão bons assim, tanto no quesito atk/def quanto nos efeitos.



    Ok, explicado o contexto do card pool, das regras e das jogadas básicas da época, por que o Gorz era tão importante?



    Comecemos pelo trigger do efeito. Basicamente, seu campo deve estar vazio para que possa ativá-lo. Isso acontece, geralmente, em duas instâncias: 1. Acabou de começar o jogo e você começou conservando seus recursos; ou 2. Você está perdendo/sua mão está ruim. 



    No caso da primeira situação, o momento em que se pode tirar o máximo de valor é quando o oponente ataca com o monstro com maior atk. No segundo caso, vai depender de quanto LP você tem para poder usar o Gorz ofensivamente, como na situação 1, ou defensivamente, usando o token para se proteger dos outros ataques. Em ambas, você consegue ganhar board advantage, trazendo um monstro com 2700, um valor extremamente alto para um monstro com forma de invocação relativamente fácil, e mais um token com o dano tomado, podendo exceder o atk do próprio Gorz.



    Devido a isso, ocorre o primeiro condicionamento: ao ver o oponente com o campo vazio e com, pelo menos, uma carta na mão, é importante pensar duas vezes antes de ir cegamente à battle phase. Um ataque errado pode acabar dando a brecha para o oponente virar o jogo. Vamos chamar essa situação, daqui em diante, de "Putz, o cara tem o Gorz", ou POCTOG, para simplificar. 



    Aí que rola o mind games. No momento em que você deixa o seu campo vazio, o oponente irá sentir o POCTOG e ficará recioso de te atacar, apesar de existir a chance de você não ter nada. É um dos poucos momentos na história do jogo que é possível blefar não com as cartas em jogo, mas com a falta delas.



    Mas não para por aí. No caso do oponente realmente ter o Gorz na mão e você querer aproveitar o momento em que o campo está "vazio", a melhor decisão a se tomar, para dar o máximo de dano na sua battle phase, é começar atacando sempre com o monstro com menor ataque. Assim, caso o Gorz entre em um desses ataques, o token não será tão forte quanto os outros monstros e, em vez de dois bichos grandes, o oponente terá apenas um. 



    Isso dá mais uma camada de mind games. Supondo que você tem 3 monstros e o oponente está com o campo POCTOG, você pode atacar apenas com os dois monstros fracos e não com o mais forte. Se o oponente não tiver o Gorz na mão, foi um ganho para ele, já que você não teve o aproveito total da situação. Mas se ele tiver, e estava pensando em trazê-lo só quando tomar o maior dano, isso fará, não só manter o momentum do seu jogo, mas também quebrar o momentum dele, por ter feito perder a oportunidade de virar a mesa.



    Imagina como seria na vida real:

    P1: "Ataco" P2: "Levei"

    P1: "Ataco" P2: "Levei"

    P1: "Main 2" P2: "...(Filho da mãe!!)"



    Agora, tem mais uma coisa que o Gorz condicionou, mas dessa vez é com um deck em específico, cujo qual era o top da época: Frognarch. Em suma, o Frognarch é focado em ter um Treeborn Frog  no cemitério para ter, por turno, um tributo para invocar monarcas, principalmente o Caius the Shadow Monarch . Por se utilizar do Treeborn, o deck não tinha muitas spell/traps que permaneciam no campo. Quando tinham, era para uso único e rápido. E, por conta disso, muitas vezes o campo ficava vazio. Portanto, Gorz era praticamente staple. E, por ser um deck relavimante lerdo, para compensar, criou-se uma técnica para se aproveitar, principalmente, do Gorz do oponente, dando mais abertura para atacar. Usar Enemy Controller . Não só pelo combo Treeborn + essa carta, para roubar o monstro na standby phase e ainda ter um tributo em jogo, mas também para quando o oponente desatento jogar o Gorz e/ou o seu token em ataque. 





    Mesmo durante a battle phase, depois que Gorz entrou em campo e o oponente se sentiu aliviado por ter reestabelecido seu campo, essa sensação é traída quando ativa-se um Enemy Controller logo em seguida, roubando seu monstro que foi deixado descuidadamente em ataque, tornando o alívio em desespero. (baseado em fatos reais)



    Por culpa disso, na hora de invocar o Gorz e o token, o mais seguro é invocá-los em defesa. Na verdade, não é só com o Gorz que isso se aplica. Em qualquer instância em que você faz Special Summon de um monstro no turno do oponente, principalmente contra um deck que possui formas de roubar o seu bicho durante a battle phase, priorize invocar o bicho em defesa.



    E, é isso aí. Bastou uma carta para mudar drasticamente a tomada de decisão dos jogadores, exercitando as suas habilidades e até seu blefe, criando mais uma camada de mind games em um jogo que já estava se tornando complexo de se dominar.



    Se conseguiram ler até aqui, parabéns e muito obrigado. Espero que tenham gostado do post!



    Até a próxima!!



    ***



     



    TL,DR: As "Cláusulas Gorz" consistem em: 

    1º-Se o oponente tiver carta na mão e o campo vazio, há possibilidade de ter o Gorz em sua mão;

    2º-Para poder causar dano ao oponente nessa situação, deve-se atacar a partir do monstro mais fraco;

    3º-Se invocar o Gorz e seu token, salvando excessões, deve-se trazê-los em defesa para não serem roubados durante a battle phase.


  • [Rulings] Abolição dos 5 turnos extras em campeonatos

    [Rulings] Abolição dos 5 turnos extras em campeonatos

    por Mastumaty em 03/06/2018 - 137 Visualizações, 0 Comentários.

    Olá galera!!



    A partir desse mês, em campeonatos oficiais, mudará a regra dos extra turns.



    Basicamente, o que acontecia era, se caso o tempo da partida acabasse, no próximo turno, começavam os 5 extra turnos. No final do 5º turno, quem estiver com mais PV ganha. Agora, ao invés disso, ao dar o tempo, o jogo acaba no final da fase em que os jogadores estão (draw phase, main phase etc.) e, quem tiver mais vida, de novo, vence a partida.



    Apesar de ser uma mudança aparentemente simples e benéfica no sentido de velocidade, tanto pros jogadores quanto pro juíz, ela acaba gerando alguns problemas e  pseudo-regras em relação às jogadas, similar à “Cláusula Gorz”, que comentarei no futuro.



    O problema principal que essa mudança irá trazer é: agora que o tempo é bem mais precioso, por não terem mais os turnos extras para, possivelmente, virar o jogo, surgirão mais casos em que o jogador reclamará do seu oponente por “slow play”, uma penalidade em campeonato cujo ocorre quando demora-se muito para prosseguir ao turno do oponente, atrasando a fluidez do jogo.



    Uma situação que prevejo ser comum é: está na 3ª partida, faltando 2 minutos para terminar. Jogador A está ganhando e é a sua main phase. Ele finge que está pensando. Olha o cemitério, conta as cartas na mão do oponente até dar o tempo. No fim, ele espera acabar o tempo, passa o turno e ganha. Neste caso, o que deve ser feito é requisitar o juíz a dar uma penalidade ao oponente e, se achar necessário, dar uma extensão de tempo de até 3 minutos.



    Outro problema que irá ocorrer é que pessoas que jogarão contra decks focados em combos extensos, como Gouki Knightmare ou Infernity (que, apesar de ser um deck meio datado, é o expoente em termos de loops infinitos), terão menos tempo para poder planejar e combater o seu oponente. Às vezes, em 2, 3 turnos, você poderia ter puxado a carta que teria te salvado em uma situação de perigo, mas não conseguiu pois grande parte do jogo o oponente estava preparando o seu campo indestrutível, gastando 30 cartas do deck e 20 minutos de jogo em apenas 1 turno.



    Com essa mudança na regra, os jogadores estão condicionados, agora, a serem bem mais rápidos, possivelmente gerando mais miss plays, e, talvez, usarem mais tech cards que envolvem life gain, para não perderem depois que acabar o tempo. Ainda por cima, decks focados em burn terão muito mais notoriedade pois são os únicos que dão dano ao oponente fora da battle phase. Por isso, o que eu acho que vai acontecer daqui em diante é, caso a pessoa usar um deck full burn, ela irá esperar para ativar as cartas que dão mais dano no momento em que o tempo acabar. Caso isso ocorra em qualquer fase exceto na battle phase do oponente, ele tem a chance de virar no último instante.



    Bom, vejamos se esta mudança trará resultados positivos ou não. 



    Até a próxima!!


  • Você sabia que é muito fácil cadastrar suas cartas no MYP Cards?

    Você sabia que é muito fácil cadastrar suas cartas no MYP Cards?

    por MypCards em 16/05/2018 - 188 Visualizações, 1 Comentários.

    Olá,



    Neste artigo nós veremos como cadastrar suas cartas no mypcards.com para vender ou para organizar.



    Para cadastrar poucas cartas, você deve usar o campo de pesquisa na parte superior da página escrevendo o nome da carta, e então basta clicar no botão Adicionar à minha pasta.... Mas agora, se você tem muitas cartas para cadastrar você pode usar o recurso do MYP chamado Cadastro Múltiplo https://mypcards.com/cadastromultiplo.





    Escolha a Marca e qual a Edição que você irá cadastrar as cartas, depois escolha em que ordem você deseja que as cartas sejam listadas e qual o valor padrão para cada item que você irá cadastrar. Por exemplo se a maior parte das cartas que você vai cadastrar agora estão em Inglês, escolhe EN no idioma, preencha os outros campos seguindo o mesmo raciocínio.



    A próxima tela abrirá assim e então basta você colocar a quantidade e o preço! Não é fácil?





    E tem mais, se você desejar alterar os preços ou colocar novas cartas de uma edição, você pode usar este recurso também!



    Dica 1: passe o mouse sobre o nome da carta para ver sua imagem



    Dica 2: Clique sobre a imagem que aparecer para visualizar a página da carta



    Dúvidas entre em contato conosco! https://mypcards.com/contato


  • [Ban List] 21 de Maio de 2018 - Leitura e Análise

    [Ban List] 21 de Maio de 2018 - Leitura e Análise

    por Mastumaty em 14/05/2018 - 190 Visualizações, 0 Comentários.

    Olá galera!!



    Depois de muita antecipação, é revelada a ban list que será aplicada a partir do dia 21 de Maio. Para quem ainda não viu, segue abaixo:



    BANIDAS





    LIMITADAS





    SEMI-LIMITADAS





    SAÍRAM DA LISTA





     



    Ok, o que podemos tirar dessas alterações?



    Além dos nerfs nos decks meta (Master Peace e Astrograph), a Konami também está tomando cuidado com os FTKs presentes (Starving Venom e Mater Diamond) e futuros (Phoenixian Cluster Amaryllis e Argent Chaos).



    Apesar de terem danificado gravemente o deck True Draco, com a saída do Master Peace, voltaram com Dinomight e Ignis Heat pra, pelo menos, continuar a manter o deck relevante. Afinal, nem Dragonic Diagram nem Terraforming, que especulavam que entrariam na lista, não foram tocados.



    Ancient Fairy e Grass, duas cartas que potencializavam demais alguns decks a ponto de criarem mini-engines para qualquer deck, foram embora também. Não é de hoje que a Konami (no TCG, pelo menos) vem eliminando estas engines de 2 cartas.



    Na seção "Não estão causando nenhum impacto e nem irão" estão Towers, Ring of Destruction, Grandsoil (por causa da errata), e Grand Mole (talvez por causa do suporte novo para Neo-Spacian que está por vir).



    Agora, os retornos que talvez hajam algum impacto são Atlantean Dragoons - dando mais força para Atlantean Mermail, Mathematician e Compulsory.



    Bom, resta-nos ver como o meta irá se estabelecer daqui pra frente. Pessoalmente, acredito que Trickstar, Spyral e as variantes de Dino(talvez) continuarão no meta, porém Altergeist e Sky Striker (antigo Brandish Maiden) ganharão mais destaque.



    Até a próxima!!


  • Chamas da Destruição / Flames of Destruction disponível no site

    Chamas da Destruição / Flames of Destruction disponível no site

    por MypCards em 07/05/2018 - 77 Visualizações, 0 Comentários.



    Estamos aqui para anunciar que a edição Chamas da Destruição / Flames of Destruction já está disponível aqui no MYPCards.



    Corre lá https://mypcards.com/yugioh/flames-of-destruction



    Obs: IMAGENS disponíveis em breve :)


  • [Report] Torneio Semanal - 28/04/2018 LojaBat Londrina

    [Report] Torneio Semanal - 28/04/2018 LojaBat Londrina

    por Mastumaty em 02/05/2018 - 188 Visualizações, 1 Comentários.

    Olá, galera!!



    Com o lançamento próximo da coleção Flames of Destruction e da "suposta" vinda da próxima da ban list - que era pra ter saído em abril - uma nova temporada se inicia no cenário competitivo do Yu-gi-oh!.



    Daqui a 2,3 meses, estaremos vendo decks que estão em destaque no OCG, como Brandish Maiden e Altergeist, ganharem notoriedade por aqui também.



    Mas, até lá, o meta game daqui da LojaBat de Londrina continua o mesmo. Segue o resultado do último torneio semanal:



     



    1º Lugar: Luiz Faal



    Deck: Dino True King



     



    2º Lugar: Pedro Valero



    Deck: ABC



     



    3º Lugar: Kelvyn Molinari



    Deck: Trickstar



     



    4º Lugar: Lucas Lincoln



    Deck: D/D/D



     



    Total de participantes: 7



    Distribuição de decks:



    2 Dino True King



    1 Trickstar



    1 Cyber Dragon



    1 ABC



    1 D/D/D



    1 Mermail Frog



     



    Veremos como o meta se desenvolverá daqui pra frente.



    Até a próxima!!


  • [TCG] Flames of Destruction - Lista completa e Raridades

    [TCG] Flames of Destruction - Lista completa e Raridades

    por Mastumaty em 24/04/2018 - 93 Visualizações, 0 Comentários.

    Olá galera!!



    Foram confirmadas as cartas da coleção Flames of Destruction, que será lançada oficialmente dia 5 de Maio, e suas raridades.



    Secret Rare



    Topologic Trisbaena

    Knightmare Unicorn

    Super Team Buddy Force

    Ghost Belle & Haunted Mansion

    Knightmare Corruptor Iblee

    Vampire Sucker

    Infinite Impermanence

    Knightmare Gryphon



    Ultra Rare



    Network Trap Hole

    Elemental Training

    World Legacy Succession

    Palace of the Elemental Lords

    Knightmare Goblin

    Trickstar Bella Madonna

    Elementsaber Molehu

    Elementsaber Makani

    Altergeist Multifaker

    Iron Dragon Tiamaton



    Super Rare



    Knightmare Cerberus

    Wind-Up Maintenance Zenmaicon

    Knightmare Phoenix

    Elementsaber Nalu

    Gouki The Master Ogre

    Elementsaber Lapauila Mana

    Forceaurage the Elemental Lord

    Trickstar Rhodode

    Degrade Buster

    World Legacy's Sorrow

    Elementsaber Lapauila

    Link Bound

    Red Reboot

    Rainbow Refraction



    Rare



    Sekka's Light

    Trickstar Bouquet

    Trickstar Light Arena

    Fire Fighting Daruma Doll

    Greatfly

    Gouki Face Turn

    Revendread Executor

    Vendread Anima

    F.A. Dawn Dragster

    F.A. Winners

    Knightmare Mermaid

    Trickstar Delfiendium

    Backup Operator

    World Legacy - "World Lance"

    World Legacy Struggle

    World Legacy Awakens

    F.A. Dark Dragster

    F.A. Overheat

    Heartless Drop Off

    The Sanctified Darklord



    Short Print    



    Waking the Dragon

    Red Hared Hasty Horse

    Boycotton

    Mamemaki



    Common



    Gouki Octostretch

    Mekk-Knight Avram

    Altergeist Pixiel

    Tindangle Trinity

    Background Dragon

    Defrag Dragon

    Gouki Bearhug

    World Legacy's Corruption

    Cybersal Cyclone

    Altergeist Kidolga

    Trickstar Bloom

    Space Insulator

    Yajiro Invader

    Elementsaber Aina

    Elementsaber Malo

    Batteryman Solar

    Watch Cat

    Trancefamiliar

    Three Trolling Trolls

    Crystal Conclave

    Crystal Master

    Crystal Keeper

    Flower Cardian Moonflowerviewing

    Shaddoll Construct

    Inzektor Picofalena

    Trickstar Mandrake

    Trickstar Nightshade

    Link Streamer

    Prompthorn

    Protron

    Kai-Den Kendo Spirit

    Gergonne's End

    Altergeist Emulatelf

    Revendread Evolution

    Vendread Nightmare

    Vendread Daybreak

    F.A. Dead Heat

    Limit Code

    Monster Reborn Reborn

    Called by the Grave

    Staring Contest

    Restoration of the Monarchs

    World Legacy's Nightmare

    Madolche Fresh Sistart



     



    Destaque para Red Reboot e Called by the Grave, para anti-hand-traps; e, em contrapartida, as novas hand-traps: Ghost Belle & Haunted Mansion e Infinite Impermanence, sendo este, uma trap que ativa direto da mão, similar ao Evenly Matched .



    Até a próxima!!


  • [Report] Torneio Semanal - 21/04/2018 LojaBat Londrina

    [Report] Torneio Semanal - 21/04/2018 LojaBat Londrina

    por Mastumaty em 22/04/2018 - 149 Visualizações, 0 Comentários.

    Olá, galera!



     



    Segue o resultado do torneio realizado dia 21/04/2018 na LojaBat Londrina:



     



    1º Lugar: Pedro Henrique Coimbra



    Deck: Dino Metalfoes



     



    2º Lugar: Rafael Shinohara



    Deck: Dino True King



     



    3º Lugar: Gabriel Garcia



    Deck: Lunalight



     



    4º Lugar: Wanderley Santos



    Deck: Mermail



     



    Total de participantes: 8



    Distribuição de decks:



    1 Blue-Eyes



    1 Dino Metalfoes



    1 Dino True King



    1 Invoked Kaiju



    1 Lunalight



    2 Mermail



    1 Spyral







    Até a próxima!!


  • Apresentando: o Blog!

    Apresentando: o Blog!

    por MypCards em 26/03/2018 - 88 Visualizações, 1 Comentários.

    Olá pessoal, tudo bem?



    Já estão sabendo da novidade do MYPCards?



    Estamos muito contentes de lançar o nosso BLOG!!! 



    Um espaço para os usuários escreverem artigos sobre o seu cardgame favorito, decks, reports de campeonatos, lançamentos de novas edições… e também para nós apresentarmos as novidades!



    Você sempre quis ter um blog para falar do seu cardgame? Então esse é o momento!



    Inclusive se quiser levar isso a sério, e não ser só um blogueiro casual... Fale conosco agora! Queremos fazer parceria e colaborar com os futuros blogueiros de cardgames de todo Brasil.  



    COMO USAR?



    Para usar o blog é muito simples:



    1- Defina um título bem bacana.



    2- Escolha uma imagem de destaque dentre todas as cartas disponíveis do cardgame. Se você não escolher nenhuma imagem, usaremos a padrão do card game ( que também é bem bonita ;))



    3- Mãos à obra: escreva seu texto e capriche no conteúdo. Quando quiser selecionar uma carta específica, escreva # e o nome da carta para criar automaticamente um link para ela, por exemplo: 





    4- Para incluir uma imagem no corpo do texto, clique no ícone da imagem, vá para a aba Upload/Enviar ao Servidor, clique em selecionar arquivo e depois enviar ao servidor. Na tela que aparecer você pode configurar mais alguns detalhes da imagem, como por exemplo aparecer Centralizado, e aí é só apertar Ok. Outra opção, ainda mais fácil, é 'colar' a imagem diretamente aqui. Arrastar a imagem para cá também funciona!



    5- Você pode começar escrevendo hoje, escrever mais outros dia, revisar em outro, e somente quando finalizar todos os detalhes, desmarque a caixa "Rascunho" no rodapé do blog para publicar para todos os usuários. Feito isso, não esqueça de compartilhar com os amigos!



    E aí, topa experimentar? Acesse www.mypcards.com/blog



    Até mais :)



    Equipe MYP Cards