Boletim dos Artesãos - Fiel ao Físico | Magic

Escrito por
Publicado em 13/06/2022
448 Visualizações, 0 Comentários.

Olá e sejam bem-vindos a mais um Boletim dos Artesãos, que contém tudo o que de mais importante acontece no mundo de Magic: the Gathering. Nessa semana tivemos mais um anúncio de B&R que afetou o Pioneiro o alinhou ao Explorador. Além disso, Unfinity recebeu uma nova data de lançamento. Vamos lá!

Banimento Casado

Na última terça-feira, dia 7, a Wizards publicou mais um anúncio de Banidas & Restritas e nele removeu as cartas Winota, Agregadora de Forças e Iteração Expressiva do Pioneiro e também de seu adjacente no Arena, o Explorador. Como trazido antes, o deck centrado em Winota era um dos mais populares no formato e agia como uma barreira para outras estratégias focadas em criaturas florescer. Já Iteração se tornou uma peça chave para aumentar a resistência de vários decks Izzet.

O artigo de justificativa dos banimentos foi bem interessante no sentido em que explicitou as intenções da equipe de desenvolvimento para com os formatos. Para o Pioneiro, por exemplo, tem-se a visão de que ele seja uma coleção de formatos Standards antigos, o que soa legal, mas só de olharmos os decks mais populares do formato sabemos que é uma tarefa quase impossível.

Winota era um deck com uma alta popularidade que se justificava por também ter uma alta taxa de vitórias. Um deck desse tipo sempre acaba se tornando uma barreira para a diversidade dos formatos, afinal se você quer vencer, e todo mundo quer vencer um pouco, não teria porque escolher um outro deck de criaturas menos popular ou menos eficiente.

Ainda sobre o deck a Wizards citou o estado de alerta de remoção que a carta cria no jogo, já que, se a carta não for removida no turno em que entra em campo ela basicamente acaba com o jogo. Segundo a Wizards este é um padrão de jogo frustrante o suficiente para se adicionar à justificativa de banimento uma carta.

Se esse for de fato o caso a Wizards pode ter alguns problemas no futuro, já que vários decks Combo tendem usar este tipo de artifício como uma forma de proteção. A mentalidade em ação é que, se oponente está preocupado em impedir o combo, ele terá mais dificuldades em desenvolver o próprio plano de jogo.

Greasefang, Okiba Boss, por exemplo, deck que tem as ferramentas para se tornar o combo de criaturas mais atrativo do formato, tem que ser removido assim que entra e pode combar no turno 3, tal qual Winota nos melhores dias. O deck é muito mais vulnerável a pressões a seu cemitério, claro, mas também tem acesso a suas próprias ferramentas de disrupção, principalmente cartas de descarte. Como a Wizards vai atuar quando se este ou outro deck do tipo voltar a ter números expressivos em popularidade?

Greasefang e Winota

Iteração Expressiva era outra agente que atuava contra a diversidade do formato, mas de uma maneira diferente. Ao invés de se focar em um deck, a carta provia consistência a custo baixo a basicamente qualquer deck Izzet, se tornando quase onipresente.

Da forma em que foi construída, Iteração basicamente diz “compre duas cartas” pelo valor de mana de apenas 2, enquanto ao mesmo tempo age como uma ferramenta de seleção. Assim a mágica pode ser usada como uma ferramenta de vantagem de cartas de forma geral, mas também como uma forma de buscar cartas chave do deck nos momentos corretos do jogo.

A combinação Izzet no Pioneiro também tem acesso a outras ferramentas de vantagem de cartas talvez até mais poderosas do que Iteração nas cartas com Esquadrinhar, como Dig Through Time e Treasure Cruise. No entanto a equipe vê nessas cartas uma identidade importando do Pioneiro, já que elas já estão banidas em vários outros formatos.

Dado que os decks Izzet precisavam ter sua consitência e taxa de vitórias ajustada, Iteração Expressiva foi escolhida como a carta a ser banida. O banimento acontece ao mensmo tempo no Pioneiro e também no Explorador, de uma forma quase preventiva.

Iteração e Esquadrinhar

De forma geral, equipe comunicou que o esperado é que os anúncios de B&R que afetem o Pioneiro sejam alinhados com o Explorador como agora e também no futuro. Sabemos que, embora neste momento sejam formatos bem diferentes devido às cartas disponíveis, o objetivo é que o Explorador passe a ser o Pioneiro um dia, de forma que as cartas banidas no formato antigo também serão no novo.

Quanto a outros formatos, a equipe também deu uma imagem geral de cada um, expressando alguns pontos de preocupação e de satisfação no desenvolvimento dos Metagames. Ausentes da discussão estavam os formatos digitais do Magic Arens, Alquimia e Histórico, mas sabemos que estes são geridos de uma forma diferente.

Você pode ler as justificativas completas sobre os banimentos e também o resumo do estado dos outros formatos no artigo original no site da Wizards.

Nova Data para Unfinity

A nova coleção da série “Un”, a mais bem humorada em todo o Magic, ganhou nova data de lançamento. Unfinity deve chegar às prateleiras no dia 7 de outubro.

Se você não se lembra, Unfinity será um novo set de humor com uma temática de circos, festivais, parques de diversão e ficção científica retrô, tudo no mesmo pacote. A coleção chegaria no dia 1° de abril, mas teve que ser atrasada para o fim do ano.

Unfinity

Assim terminamos mais um Boletim. Agora queremos saber de você. O que achou dos banimentos no Pioneiro? Acha justo que eles cheguem simultaneamente ao Explorador? E Está ansioso para Unfinity? Sinta-se livre para nos contar usando a seção de comentários. Você também pode nos alcançar por nossa página no Facebook, Twitter ou Instagram. Obrigado pela leitura.

Thiago Santos dos Artesãos do Magic

Comentários

Usamos cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência. Ao navegar neste site, você concorda com os nossos termos de uso.