Análise de preços do novo META | Yu-Gi-Oh!

Escrito por
Publicado em 11/11/2021
196 Visualizações, 0 Comentários.

Fala, meu povo!

Galerinha do mal, todos bem? Espero que sim. Hoje vou dar uma orçada geral nos valores dos decks desse novo meta (Floowandereeze, Swordsoul e Lyrilusc), comparando com os preços da TCG Player, para sabermos se os preços brasileiros são bem embasados no valor real das cartas - ou se não são...

Simbora!

Lirilusc - Tordo Enlazazul

Damas primeiro, comecemos com as passarinhas do Lyrilusc. O deck em sua versão pura roda praticamente 3 cópias de tudo do arquétipo (lista genérica abaixo), além dos Number F0: Utopic Future e Number F0: Utopic Draco Future. Numa orçada geral aqui pela MYP, cheguei ao valor aproximado de R$700,00 pelo core do deck. Nessa comparação incluí o Number F0: Utopic Draco Future, Lyrilusc - Ensemblue Robin, Lyrilusc - Bird Call e Lyrilusc - Celestine Wagtail. Comparando os valores das cartas mais caras com os do TCG Player, pude ver que, lá fora, a média de preço desse deck é R$96,00 mais barata, com o Number F0: Utopic Draco Future sendo em média R$40,00 mais barato, e a Lyrilusc - Ensemblue Robin sendo R$13,00 mais barata. A Lyrilusc - Celestine Wagtail e a Lyrilusc - Bird Call são R$10,00 e R$5,00 mais baratas lá fora, respectivamente.

P.s.: ignorei aqui os Divine Arsenal AA-ZEUS - Sky Thunder, os Pot of Prosperity, e as staples que vão nesse e nos outros decks, pois quis apenas falar sobre o core do deck mesmo. Incluí o Number F0: Utopic Draco Future por acreditar que é parte do core, mas se preferir orçar sem ele o valor fica com uma flutuação de apenas R$56,00 daqui para lá, sendo bem próximo.

 

----------

Brisawntarilho e o Mapa Magnífico

A passarada continua com os Floowandereeze. O deck roda com 3 apenas da Floowandereeze & Robina, do Floowandereeze & Eglen, e do Floowandereeze and the Magnificent Map, com todas as outras cartas em apenas 1 cópia (2 só do avestruz). A faixa de preço do core desse deck, com tudo o que você precisa (e até uma cartinha a mais do que é necessário, Floowandereeze & Snowl), fica em R$410,00. Porém, o valor poderia ser R$148,00 mais barato, se o já referido Mapa estivesse na faixa de preço real. R$50,00 a mais por cópia do mapa do que é cobrado lá fora foi o que me motivou a escrever esse texto - o deck não é meta, há diversas cartas ultra raras de valor na box (vide Swordsoul Supreme Sovereign - Chengying, e a Evil★Twins Trouble Sunny, por exemplo), e ainda estão pedido absurdos R$80,00 por cópia! Não, os passarinhos passam longe da consistência e força necessária para um deck meta, são só divertidinhos de se jogar (por enquanto). Quando a quick-play spell chegar, podemos falar sobre a relevância do Floowandereeze, mas até lá você vai mais brickar do que tudo com esse deck.

Em comparação, o preço do Enpem está muito bem próximo ao de lá de fora, meus parabéns, mas só é necessário um para se jogar com o deck, e não duvido nada que o valor dele lá fora caia vertiginosamente daqui uma ou duas semanas, quando perceberem que ganhar locais não faz de um deck meta.

Deck FLOOWANDEREZE - CORE ORÇADO - Casual

Análise de preços do novo META

Autor: theman1606

 

----------

Espadalma de Mo Ye

Finalmente, os espadinhas Swordsoul. Aqui que a vaca muge, o valor de um core de swordsoul passa tranquilamente dos R$2500,00. Infelizmente são necessárias 3 cópias das cartas mais caras desse deck (Swordsoul of Mo Ye e Incredible Ecclesia, the Virtuous), além da Baronne de Fleur, cujo valor aqui merece parabéns por ser menor do que lá fora (esse duvido que vá cair lá fora, mas acho que o valor aqui está passando de bom em comparação). Não sei o que deu na Konami dessa vez, mas, além da já terrível questão de termos 10 secretas por booster, lançar as cartas mais importantes do arquétipo como secretas na mesma coleção foi de matar. Eu nem tenho interesse no deck e passo raiva, imagina quem queria competir mas foi impedido por não ter dinheiro (ou vontade, o que é muito justo) de gastar quase 3 salários mínimos em um deck. Aqui a Konami passou longe do ponto, sendo esse um dos (vários) motivos que sua player base não se sente minimamente recompensada pelo jogo, e decide não gastar tanto com ele, tornando o Brasil uma periferia do Yu-Gi-Oh, mesmo embora tenha um nível competitivo muito superior ao de diversos outros países.

Lá fora as cartas que merecem destaque são o Swordsoul Strategist Longyuan, que está R$13,00 mais barato, o Swordsoul Grandmaster - Chixiao, R$75,00 mais barato, e o Swordsoul Supreme Sovereign - Chengying, R$20,00 mais barato. Felizmente, Swordsoul of Mo Ye, Incredible Ecclesia, the Virtuous, e Baronne de Fleur estão mais de R$500,00 mais caras lá fora, o que é uma loucura. O resto das cartas está na mesma faixa de preço, nenhum elogio ou repreensão aqui.

Deck SWORDSOUL - CORE ORÇADO - Casual

Análise de preços do novo META

Autor: theman1606

 

----------

Por hoje é isso, galera. Para mim, os valores no mercado nacional sequer deveriam se basear nos valores lá de fora. Contudo, já que é essa a "razão" dada por todos para a elaboração de preços das nossas cartas, achei por bem fazer essa análise. Fui inspirado por um amigo meu de jogatina, que fez algo similar com as Mega Tins no Facebook, alertando que nunca se deve comprar cartas na pré-venda aqui no Brasil, infelizmente - algo que concordo plenamente. Pude analisar que, quando o valor passa da casa dos R$200,00, os preços nacionais ficam melhores do que os de lá de fora, porém, na faixa de R$50,00 a R$200,00, esses valores têm tendência a aloprar, como foi o caso do Floowandereeze and the Magnificent Map, que me deixou tresloucado. Se você for vender alguma cartinha aqui na MYP, ou nos grupos de Facebook (ou Meta haha) e WhatsApp, sugiro fazer uma média geral dos preços que encontrou em todos os lugares, e não simplesmente se baseie em sites gringos, que, como vimos aqui, NÃO são a única fonte dos preços nacionais. Lembre-se que você faz o preço pelo qual compraria suas cartas. Não adianta pedir muito se você não compraria HOJE por muito.

Por fim, quero ressaltar que não estou sugerido aqui importar nossas cartinhas ao invés de comprar dos vendedores brasileiros (isso é caso pra outra análise). Com a análise de hoje, quis apenas demonstrar que nossos preços ainda estão fora da realidade do mercado externo, mesmo com as moedas externas valendo o roubo que valem. Sei que a carga tributária lá fora também difere da nossa (em muito), mas não acredito que os valores são repassados devidamente para nós compradores, conosco pagando muito mais por uma cópia da mesma carta do que nossos camaradas do resto do mundo.

Vlw, meu povo, e até a próxima!

Comentários

Usamos cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência. Ao navegar neste site, você concorda com os nossos termos de uso.