Você já conhece o MTG Arena?

Escrito por Coronado
Publicado em 04/06/2018
628 Visualizações, 2 Comentários.

E aí pessoal, tudo certo? Hoje vou falar um pouco sobre o MTG Arena pra vocês.

Inicialmente precisamos entender que o MTG Arena não é um jogo competitivo, pois a Wizards quer atrair um público mais abrangente para ele, incluindo novos jogadores que se interessem pela plataforma online e assim migrando para o jogo físico também, o público realmente competitivo dentro do mundo online do Magic terá seu lugar certo no MOL (Magic Online), onde a própria Wizards nos garantiu que será lá o foco do cenário competitivo online.

O MTG Arena é uma plataforma online de Magic que atualmente está na sua fase beta de testes, atualmente podendo ser jogado em desktop, mas futuramente será incluído em plataformas como smartphones e tablets também, se assemelhando ao HearthStone.

 Quando você inicia no jogo, você tem algumas opções de decks pré-montados,

 ... não são decks tão fortes, porém muito balanceados entre eles, o que faz com que o jogador novo não fique tão pra trás dentro do jogo, e também estes decks pré-montados garantem que quando você receber determinadas missões (já falaremos mais sobre isso), você terá um deck para cumpri-las. Paralelamente aos decks pré-montados, em que as cartas destes mesmos decks já fazem parte da sua coleção, você recebe 3 booster’s de cada edição que está inserida dentro do jogo, para que estas cartas, juntamente com aquelas dos decks pré-montados formem o início da sua coleção.

Dentro do MTG Arena você não consegue comprar cartas específicas como, por exemplo: se eu estou montando um Mono Red Aggro, e nele só tenha 1 Hazoret, e eu quero ter mais 1, eu não consigo ir lá e pagar para ter outra Hazoret. O que o jogo nos oferta para conseguirmos ter as cartas específicas que queremos são as Wild Cards

 

As Wild Cards, funcionam como um sistema de troca. Seguindo o nosso exemplo, se você tem uma Wild Card Mítica, e quer ter mais 1 Hazoret, você troca essa Wild Card pela carta que você quer. Para fazer isso, basta você ter a Wild Card na sua coleção, e tentar adicionar a carta que você não tem, ou se você já tem você tenta adicionar mais 1, o jogo vai perguntar se você quer trocar a Wild Card pela carta e pronto!!!

Para conseguir essas Wild Cards, você tem algumas opções, uma delas é abri-las nos booster’s, ou abrindo o Baú (explicarei mais pra frente), ou comprando os Packs de Booster’s que o jogo oferece para compra, em que você ganha de bônus algumas Wild cards!

Para conseguir comprar os booster’s, você precisara de gold ou gemas, que são as duas moedas virtuais, como na imagem acima, você poderá comprar 1 booster individual por 1000 de gold, ou comprar os pecks por gemas, que se obtém pagando em R$.

Para obter o gold, você deverá cumprir algumas missões que o jogo te propõe, como castar x mágicas de uma cor específica, ou matar y criaturas do oponente, etc... Ou mesmo missões que te dão z de gold por cada vitória e por último você pode ganhar booster em algumas missões que te dão 1 booster a cada 5 vitórias,

 

Essas missões não ficam disponíveis em todo momento, quando você cumpre uma, ela começa a contar um tempo para vir uma nova missão, como podemos ver na imagem acima.

O jogo tem um sistema interessante pra você conseguir mais das Wild Cards, que é o Baú, conforme você vai abrindo booster’s, se você abre uma carta que você já tenha 4 cópias na sua coleção, ele vai ganhando de pouco em pouco uma porcentagem, quando ele chega a 100% você recebe alguns prêmios, que são cartas, ou Wild cards, ou tokens de eventos específicos do jogo, ou como também itens (sobre isso não foi nada divulgado ainda).

Você pode usar no máximo 4 cópias de uma mesma carta, porém tem cartas que você poderá usar quantas quiser no deck, um exemplo disso é a carta Rat Colony do set de Dominaria

Indo diretamente para o jogo, a estética é encantadora e o trabalho de efeitos visuais é incrível. O jogo é muito fluido, e isso faz com que as partidas em geral sejam muito rápidas. A inteligência artificial do jogo é algo muito bom, e no jogo tem um sistema interessante, que ele sabe quando você tem coisas para fazer, como por exemplo, se você baixa a land no 1º turno, e você só tem coisas de custo 2 ou mais na sua mão, o jogo automaticamente pula as suas etapas e já passa para o turno do oponente. Se o oponente tenta conjurar uma mágica, ativar/desencadear uma habilidade e você não tem nada na sua mão para fazer ele mantém a prioridade para o oponente.  Mas se você tem criaturas com habilidades ativáveis em campo, o jogo te dá a prioridade para escolher se faz algo ou deixa o que esta acontecendo resolver. Se você não tem nada para fazer em resposta, o jogo também automaticamente vai mantendo a prioridade para o oponente. Assim deixando o jogo bem rápido.

Agora em Junho/2018, o jogo receberá uma atualização com duas edições que faltavam para ter todo o cenário do Standard completo no jogo, que são Kaladesh e Revolta do Éter. E também, ainda esse mês, o jogo passara a funcionar com partidas melhor de 3 igual nos jogos fisicos, com o uso do sideboard e tudo mais, assim, aumentando a imersão do jogo, dentro do mundo do Magic. 

Assim sendo teremos todo o meta game do Standard dentro da plataforma do MTG Arena e poderemos montar decks fiéis aos decks físicos, e treinar com os decks que jogamos no físico também.

Por enquanto será isso, e mais pra frente falaremos mais um pouco sobre esse incrível jogo.

Comentários

lfgcampos comentou em 05/34/2018 05:34

Muito bom! Vou correr instalar =)

Manueias comentou em 04/32/2018 17:32

Show de bola , comecei a jogar faz três semanas estou curtindo muito.