Report do Campeão PPTQ Londrina - Piedade Card House

Escrito por Xaves
Publicado em 13/11/2018
179 Visualizações, 2 Comentários.

Deck Jeskai Control - Standard

Eae galera, meu nome é Victor Hugo Carvalho Nogueira, também conhecido como “Xaves” ou “Xaveco”, jogo MTG a muitos anos, mas comecei a viajar para campeonatos em 2014 ou 2015, dando uma pausa no jogo em 2016 e retornando Julho desse ano. Esse é meu primeiro report então não sei direito como faço isso aqui, mas vamos lá.

Desde que comecei a jogar MTG sempre tive um amor muito grande pelos decks de control, jogava de miracles no legacy e no standard atual testei diversas listas de Jeskai control que se adequassem ao meu estilo de jogo e meu gosto pessoal. Então cheguei a essa lista:

Com o meta bem diversificado atualmente do standard, essa foi a lista que mais me agradou, e que mais me surpreendeu sobre o poder da carta Niv-Mizzet, Parun que me garantiu a vitória em todos os jogos do top8.

Rodada 1 – Bye 1-0

Comecei tranquilo, 27 jogadores no torneio e logo eu peguei bye. Easy 1-0.

Rodada 2 – UR Control 1-1

O g1 foi bem longo como esperado de um mirror de control. O jogo se resume em eu dar três Ionizar no meu inimigo, ele cair a 14 de vida. Dei um Expansão // Explosão com x2, um com x8 e um com x4, terminando o jogo com apenas 7 cartas no baralho. 1-0

O g2 ele abriu melhor que eu, desceu lands todo turno e castou algumas Visão da Quimiomante, encheu a mão e baixou um Nezahal, Maré Primordial. Não consegui lidar com o bixo e perdi 1-1.

O g3 eu abri melhor, não perdi land drops e como minha mão estava cheia de agressividade eu parti pra cima. Baixei um Niv-Mizzet, Parun com anula para proteção que morreu no turno dele para um Enfrentar com Fogo e um anula para o meu anula. Depois disso eu tentei baixar dois Teferi, Hero of Dominaria, um Ral, Vice-rei Izzet, uma Huatli, Poetisa Guerreira e uma Lyra Dawnbringer. Todos anulados. Ele baixou um Niv-Mizzet, Parun, tentei matar, tomei um anula e faleci 1-2 para o oponente.

Rodada 3 – Boros Caminho da Bravura 2-1

No g1 eu fui limpando a mesa mas ele conseguiu flipar o encantamento. Depois disso comecei a cavar para achar meus Campo da Ruína. Baixei um Teferi, Hero of Dominaria e um Ral, Vice-rei Izzet, sempre matando os bichos dele ou anulando e tentando achar o Campo da Ruína. Quando cheguei a 7 de vida baixei um Niv-Mizzet, Parun, usei uma Hélice de Lava nele e respondi com um Syncopate pra 0 so para triggar o Niv-Mizzet, Parun. Comprei mais duas cartas, achei o campo e o oponente concedeu. 1-0

O g2 ele abriu rápido, mas tomou um Clarim Ensurdecedor no turno 3, e outro no turno 4. Voltei com uma Lyra, Portadora da Alvorada no turno 5 e uma Huatli, Poetisa Guerreira no 6 e finalizei o oponente. 2-0

Rodada 4 – Mono Red Aggro 3-1

Infelizmente para meu oponente tanto no g1 como no g2 ele floodou demais e não conseguiu agressivar, me dando o tempo necessário para controlar o jogo e finaliza-lo. 2-0

Rodada 5 – Mono Red Aggro 3-1-1

Olhamos os standings e decidimos dar ID. Infelizmente meu oponente não estava com um rating muito bom e ficou em 9° e eu passei em 6°. Partiu Top8.

Top8 – Mono Blue Tempo 2-1

Quando sentei na mesa já estava preocupado, pois esse deck é muito forte contra decks de controle, felizmente meu oponente não abriu com muitos bichos, dei um Selar no primeiro que estava com uma Obsessão Curiosa, ele voltou o bicho pra mão com um Piscar de Olhos e baixou mais dois que tomaram um Clarim Ensurdecedor com anula para proteger, ai o jogo se estendeu mais um pouco me levando a 1 de vida, cavei o deck, encontrei um Dragonete Fagulhante, dei uma Hélice de Lava em um Gênio da Tempestade, dei life link com o Clarim Ensurdecedor pro Dragonete Fagulhante e ganhei 7 de vida de volta. O oponente comprou a carta do turno e recolheu. 1-0

O g2 foi como eu esperava que seria a match. Ele baixou um Domador de Tempestades Sireno no primeiro turno. No segundo pois uma Obsessão Curiosa e me bateu anulando tudo que eu tentava fazer até acabar a partida. 1-1

No g3 logo no meu segundo turno aproveitei que ele estava com as manas viradas para matar o Domador de Tempestades Sireno que ele fez no turno 1. Dei um Clarim Ensurdecedor mais pra frente, ele não estava com muita agressão, apenas duas Nightveil Sprite, baixei uma Huatli, Poetisa Guerreira e fiz um token 3/3. Ele bateu na Huatli, indo a 1 de lealdade. Voltei de Niv-Mizzet, Parun, e ganhando 5 de vida com o planeswalker. Ele leu o Niv, perguntou se o dano era em qualquer alvo, eu disse que sim. E ele recolheu. 2-1. Fiquei super feliz por ter ganho de um match tao ruim. Nesse momento eu vi que o Niv-Mizzet era extremamente forte contra monoU.

Top4 – Mono Blue Tempo 2-1

Mal tinha acabado a partida contra um, já tinha outro me esperando.

O g1 foi complicado mas consegui dar alguns removals até que encontrei o meninão Niv-Mizzet, Parun. O oponente cheio de anulas na mão arregalou os olhos e disse: “Eita esse ai é complicado em”.

Conjurei algumas magicas, fui dando 1 de dano nas criaturas dele e comprando cartas com o Niv, ele viu que não ia conseguir segurar e concedeu. 1-0

Não vi nem a cor do jogo no g2, ele baixou 2 bichos, colocou Obsessão Curiosa nos dois, me deu um Spell Pierce no Clarim Ensurdecedor e eu morri que nem vi o jogo. 1-1

O g3 foi o jogo mais tenso do campeonato. Meu oponente baixou um único bicho que matei logo cedo. Depois disso meu oponente só baixou terreno por uns 7 turnos, e eu travado na quarta mana... Tinha certeza que ele estaria recheado de anulas. Ele então baixou dois bixos 1/1, tentei matar os bichos mas ele anulou ou protegeu com Dive Down. Ele baixou um Gênio da Tempestade que estava facilmente 9/4 e me mataria no próximo turno. Finalmente encontrei a sexta mana para baixar o Niv-Mizzet, Parun e trocar com o gênio. Meu oponente castou um Dormir, comprei uma carta com o trigger do Niv-Mizzet e matei um dos 1/1. Ele me bateu e fui a 1 de vida. Na volta dei 1 de dano no gênio com o draw do turno, castei um clarim, tivemos uma briga de counters que sai vitorioso por causa do dormir que o oponente conjurou no turno passado e suas manas estavam viradas. Ter voltado os Sincopar pro deck no g3 por estar no play salvaram minha vida. Ele comprou, baixou um Saqueador do Aeroveleiro Bélico e passou. Comprei a carta do turno, matei o bixo com o trigger do Niv, bati e passei. Ele comprou a carta do turno e estendeu a mão. Não acreditei que tinha ganhado do segundo mono blue em sequência. Niv-Mizzet mostrando seu poder novamente. Bora pra final.

Final – UR Control 2-0

Tava la o cara da minha única derrota no suíço. Hora da revanche.

Clássico começo de jogo emocionante de control mirror, a primeira mágica castada foi no passe do turno 4 de cada jogador, ambos castamos uma Visão da Quimiomante que com certeza não foram contestadas. No meu sexto turno, baixei uma Busca por Azcanta // Azcanta, a Ruína Submersa para tirar um anula da mão do oponente, que para minha surpresa não foi anulada. Imaginei que ele não devia ter anula na mão ou que teria poucos e brigaria por algo que acabasse com o jogo mais rápido. A seleção de draws que a azcanta me proporcionou foi crucial para esse jogo.

Depois disso, como tinha dois Teferi, Herói de Dominária na mão, joguei um pra faze-lo gastar um anula, e foi isso que aconteceu, ele anulou e então jogou um Ral, Vice-rei Izzet no seu turno. Deixei resolver e castei o outro Teferi, Herói de Dominária que não foi anulado. Joguei o Ral, Vice-rei Izzet dele pra terceiro do deck com o -3 do Teféri e passei. No turno dele, o oponente voltou o Teféri pra minha mão com um piscar de olhos kickado e passou, imaginei que ele teria um anula. Baixo o Teféri denovo e tenho o anula para proteção mas o oponente faz uma jogada que me deixou meio confuso. Eu tinha 3 manas em pé, e ele castou um syncopar para 3. Paguei o custo e o Teféri resolveu. Compro uma carta e passo. Ele joga o Ral novamente e passa. No meu turno mando o Ral pra terceiro do deck novamente e jogo meu Ral que não foi contestado. Nesse momento com dois planeswalkers na mesa, uma azcanta prestes a flipar, um Niv-Mizzet, Parun na mão, e a mão lotada de anulas, eu estava bem seguro da vitória. Meu oponente baixou o Niv-Mizzet, Parun dele, comprei uma carta com o Teféri e dei um golpe da justiça no Niv, ele respondeu com uma visão da quimiomante e matou o Teféri. Baixo o terceiro Teferi, Herói de Dominária , compro uma carta e passo.

Ele joga uma Busca por Azcanta // Azcanta, a Ruína Submersa que eu deixo resolver pois o jogo não demoraria muito para acabar, ele deu um Golpe Relampejante no meu teferi que foi a 2 de lealdade e então ele jogou outro Ral. Tentei anular com um Syncopate pra 5, que tomou um outro syncopar pra 1 e entrou. No meu turno dei uma Expansão // Explosão de x=6 para matar o Ral já que ele estava com todas as manas viradas. Tirei o Ral da mesa, comprei seis cartas, selecionei completamente minha mão e nesse momento só faltava fechar a tampa do caixão. O oponente perguntou quantas cartas restavam no meu baralho: 18. Imaginei que ele pretendia me fazer comprar cartas com uma explosão e me matar de deck over, mas não, ele deu uma explosão de x=6 no meu Ral, levando ele a 1 de lealdade, deixei resolver, pois como ele não ia morrer não faria muita diferença.

Baixei meu Niv-Mizzet, Parun, com 7 manas sobrando, desvirei duas com o Teféri e passei. Ele tentou matar, tivemos uma briga de anulas, dei 3 ionizar nele, comprei várias cartas com o Niv e o oponente concedeu. O jogo mais demorado do mirror sempre é o g1, e eu abri a vantagem, pos side eu tinha bastante coisa para agressivar.

O g2 começa daquele típico jeito de mirror, land vai até o quarto turno, mas dessa vez eu não tinha uma jogada. O oponente joga uma Visão da Quimiomante, e usa a sobrecarga no quinto turno, eu decido copiar com uma Expansão // Explosão pois teria três manas sobrando caso ele fosse baixar um Ral.

Ele joga uma Busca por Azcanta // Azcanta, a Ruína Submersa que eu anulo e passa. Jogo um Dragonete Fagulhante para tentar tirar anula da mão dele que funciona, o dragonete é anulado e um anula a menos.

Quando jogo minha Visão da Quimiomante ele joga um Syncopate pra 3 que anula. Eu anulo um Ral, Vice-rei Izzet dele, e nesse momento so estou esperando mais 2 terrenos para baixar meu Niv-Mizzet, Parun com proteção para algum kill.

Baixo um Ral para tirar anula da mão dele, como ele gasta um Golpe Desdenhoso, uso um Syncopate que toma um Ionizar, o Ral é anulado e passo. Meu oponente não faz nada no turno dele e eu dou draw no segundo Niv-Mizzet, Parun, jogo um deles, que meu oponente tem que matar utilizando dois Golpe Relampejante. Compro duas cartas e dou dois de dano nele, decido deixar o Niv morrer já que tinha outro de backup e preferia deixar a mana para anular algo perigoso.

O oponente passa, baixo o segundo Niv com mana pro anula e passo. O oponente não faz nada e passa devolta. Agora que desvirei com o Niv na mesa a partida estava praticamente garantida. Bato e passo. Ele tenta baixar um Ral e matar o Niv, temos uma briga de anulas, compro umas 5 cartas com o Niv, anulo todos os anulas dele e o jogo acaba.

A tão esperada vitória finalmente veio. Niv-Mizzet, Parun com certeza foi a carta do campeonato. Crucial em todos os jogos complicados. A partida foi transmitida ao vivo na página da Piedade Card House e pode ser conferida no link: https://www.facebook.com/piedadecardhouse/videos/275806223071182/.

É isso ae, ficou longo mas me diverti com a experiência de escrever meu primeiro report. Agradeço ao Piedade pela organização do evento e a galera de Presidente Prudente pelo apoio e a torcida. Espero vocês no RPTQ. Falows!!

 

Comentários

lfgcampos comentou em 16/59/2018 18:59

Parabéns pelo resultado e pelo report, muito legal!

Piedade comentou em 13/20/2018 13:20

Parabéns ao Victor jogou muito bem, obrigado a vc e a presença do pessoal ai de Prudente pela a presença.