Boletim dos Artesãos - Alquimia Limitada | Magic

Escrito por
Publicado em 04/07/2022
84 Visualizações, 0 Comentários.

Olá e sejam bem-vindos a mais um boletim dos Artesãos. Nessa semana fechamos os previews de Alchemy Horizons: Batalha pelo Portal de Baldur e trazemos algumas novidades sobre sobre o Mundial de Magic. Vamos lá!

Alquimia Limitada

Semana passada trouxemos algumas das primeiras reações a Alchemy Horizons: Batalha pelo Portal de Baldur. O set de forma alguma esconde para o que veio e é um grande passo no desenvolvimento de cartas puramente digitais. Apesar de ser uma espécie de remix de Commander Legends, com uma pitada de Forgotten Realms, mais de metade do set são de designs originais.

Em termos de cartas é mais difícil falar, no entanto. Como vimos na semana passada a mecânica de Especializar complica um pouco as coisas em termos de complexidade de gameplay e faz o mesmo com as ferramentas de pesquisa. Tanto a LigaMagic quanto o Scryfall, por exemplo, consideraram cada uma das faces de uma lenda com a mecânica como uma carta única.

E por falar nelas, as lendas ocupam uma posição de destaque no set, já que quase 70% dos novos designs são focados nelas, o que poderia ser um grande atrativo ao set, ainda mais se olharmos para as cartas 100% inéditas, personagens que não apareceram antes em cartas de Magic. No entanto, é claro que este aspecto tem sua série de revezes, alguns que também caem no colo da mecânica de Especializar, como usar artes repetidas.

Irenicus

Apesar de terem nomes, efeitos e poder/resistência distintos as versões de, por exemplo, Jon Irenicus presentes em Commander Legends e Alchemy Horizons compartilham a mesma arte. Não tem como isso ser bom, nem para o jogador iniciante nem para o mais experiente. A chance de o iniciante se confundir com cartas tão parecidas é gigantesca e já seria grande com artes distintas. Já o experiente pode ver nisso mais uma economia desnecessária de uma empresa que lucra bilhões.

Há ainda um terceiro problema. Se um jogador abrir o Arena para montar um deck com uma lenda de Commander Legends que achou divertida ele pode ver em seu lugar uma carta completamente diferente em mecânicas e temas, embora, novamente, compartilhe a arte. A reação a isso pode não ser das melhores. Dessa forma, embora os sets tenham premissa parecida de trazer o D&D para o Magic, Alchemy Horizons pode na verdade repelir o jogador que já teve uma experiência divertida com Commander Legends.

Lae'zel

O problema se estende, como dito, às cartas com Especializar. Já em primeiro plano elas usam as mesmas artes e são mecanicamente distintas de suas versões em Commander Legends, um prato cheio para confusão. Porém elas também vão além disso e diferenciam as faces da transformação com simples filtros de cor em alguns elementos da ilustração. A maioria das aplicações do filtro é suficiente para distinguir as cartas (porém algumas não), mas esse é um novo ponto de mesquinharia de uma empresa com lucros recordes.

O pior é que há cartas na coleção em que cada versão especializada tem uma arte própria, completa em temas e essência, como todas mereciam. Esse é o padrão que deveria ter sido aplicado a toda a mecânica, mas o que obtivemos parece apenas um produto barato. Sem contar Lae’zel que tem apenas 1 nova arte que parece que foi simplesmente jogada no meio das outras versões. Simplesmente frustrante e vergonhoso.

Lukamina

Apesar de tudo, esse é o set que vai ligar o Arena ao próximo set do Standard que só chega em setembro. Devido à maestria, mesmo que você não queira nada com Alchemy Horizons vai receber alguns pacotes e, como dito semana passada, a experiência de Limitado do set ainda pode se provar.

Alchemy Horizons: Batalha pelo Portal de Baldur chega ao Magic Arena nesta semana, dia 07 de julho.

Mundial Formatado

Curiosamente ainda falaremos do Magic Arena, mas agora em termos do maior evento do Jogo Organizado da Temporada, e do maior título para um jogador, o Mundial de Magic. Nessa semana tivemos formatos e estrutura revelados.

O campeonato será disputado com 3 formatos, Draft de Dominária Unida, Standard e Explorador. Todos eles usando a função de desafio direto do Magic Arena, mas o campeonato continua marcado como presencial, ocorrendo em Las Vegas.

Mundial

Como tradicional, o Draft representa as 3 primeiras rodadas de suíço da competição. O Dia 1 se completa com 5 rodadas de Standard, 8 no total. O Dia 2 vem inteiramente com o Explorador por 6 rodadas após o qual há um corte para o Top 4 final. O Top 4 será um mata-mata de eliminação dupla usando o Standard. Os confrontos serão definidos em melhor-de-3 jogos, exceto a grande final, que será uma melhor-de-3 partidas. No fim, além do título, o vencedor leva U$100.000 dos U$500.000 da premiação total.

O Mundial de Magic acontece dos dias 28 a 30 de outubro em Las Vegas como parte das comemorações do aniversário de 30 anos do jogo. Com certeza será um grande evento!

Assim finalizamos mais um Boletim. Agora queremos saber de você. Vai experimentar o Alchemy Horizons? O que achou das novas versões das lendas de Comander Legends? E ficou animado para o Mundial? Sinta-se livre para nos contar usando a seção de comentários. Você também pode nos alcançar por nossa página no Facebook, Twitter ou Instagram. Obrigado pela leitura.

Thiago Santos dos Artesãos do Magic

Comentários

Usamos cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência. Ao navegar neste site, você concorda com os nossos termos de uso.