Tins Buylist | Yu-Gi-Oh!

Escrito por
Publicado em 02/11/2021
190 Visualizações, 0 Comentários.

Coé, rapaziada!

De volta nesse último dia de feriado trazendo uma lista de cartinhas legais das tins que talvez compense investir agora que elas (finalmente) chegaram ao Brasil. 

Bora lá!

Arsenal Divino AA-ZEUS - Trovão dos Céus

Esse aqui já é manjado. Divine Arsenal AA-ZEUS - Sky Thunder é uma das melhores cartas do ano passado, e, atualmente, seu preço está na casa dos R$ 100,00. Embora lá fora o preço dele esteja na faixa dos US$ 13,00, é uma carta muito boa, que certamente vai subir de preço (tanto lá, quanto aqui). Eu sei que a conversão não favorece o preço brasileiro, mas, sinceramente, eu consigo entender o porquê do valor desse cara (embora não goste). Sinceramente, como muitas tins estão sendo abertas no momento, vale a pena negociar com os vendedores, pra derrubar o valor pra casa dos R$ 90,00. Porém, o Zeus é uma carta insana, e faz todo sentido desembolsar R$ 100,00 agora, e garanti-lo pro resto da vida.

Alfa, o Mestre das Bestas

Atualmente na casa dos R$ 20,00, Alpha, the Master of Beasts é mais uma carta insana do ano passado. Embora tenha sido mais utilizado apenas próximo à sua estreia na Phantom Rage, esse cara é completamente desbalanceado. Além de ser de um tipo favorável à estratégia dos Tri-Brigade, ele pode se invocar várias vezes no mesmo turno, com stats de um Blue-Eyes White Dragon, além de um poderoso efeito de remoção, que pode tirar até mesmo um Red-Eyes Dark Dragoon de campo. Vale a pena aproveitá-lo no preço atual, pois não é o tipo de carta que vai ser reprintada muitas vezes como o Divine Arsenal AA-ZEUS - Sky Thunder logo acima.

Buraco Armadilha do Sepultureiro

Também na casa dos R$ 20,00, Gravedigger's Trap Hole é uma carta interessante. Atualmente, todos os decks rodam monstros cujos efeitos ativam na mão ou na "zona de banidos", e poder negar esses efeitos, além de dar um pequenino dano de 2000 pontos de vida no seu oponente, é algo muito legal. Além disso, embora seja uma carta armadilha, e, portanto, lenta, a Gravedigger's é uma carta do "arquétipo" Trap Hole, o que significa que pode ser facilmente acessada por qualquer deck que faça rank 4, usando a Traptrix Rafflesia (outra carta que vale a pena investir junto à Gravedigger's). Se seu deck não faz ranks 4, mas faz links, vale a pena dar uma olhada na próxima carta dessa lista hehe.

Paralelo eXcede

Desculpa, gente, mas Parallel eXceed, em prismatic secret rare, na faixa dos R$ 10,00, é o tipo de carta que não há desculpas pra não pegar! Nem que seja pra mofar na pasta por alguns meses, quando ele for útil a uma estratégia nova, para ser vendido a meros R$ 20,00. Não há razão nenhuma para essa raridade dele ser mais barata que um super rare de OTS pack, e todos nós sabemos disso, então faz todo sentido investir uma graninha a mais nesse cara pra ter um retorno daqui alguns meses. Ademais, por uns R$ 60,00 você pega ele junto à Gravedigger's Trap Hole e à Traptrix Rafflesia, e garante interações no turno do oponente, ou um accesscode talker de bolso, ou até mesmo uma proteção (sempre necessária) ao Nibiru, the Primal Being, que todo deck tem que ter atualmente.

Caído de Arbaz

Calma! Esse aqui é um aviso de amigo. Não faz o menor sentido comprar esse cara agora, a menos que você já queira jogar de Despia. Fallen of Albaz tem um deck anunciado aqui no TCG, um deck que leva o seu nome! Ou seja, quase nada justifica comprar esse cara agora, apenas os Despia já mencionados. Segura os cavalos aí, e vai gastar em cartas razoáveis haha.

Hime do Mundo Virtual - Nyannyan Mai-Hime do Mundo Virtual - Lulu  Kyubi do Mundo Virtual - Shenshen

Disse antes, e vou repetir - se quer um deck competitivo, barato, que (provavelmente) não vai ser hitado na lista (ou pelo menos que não merece ser hitado), não procure muito, os Virtual World estão aqui! Toda a mecânica desse deck foi reprintada na tin, e, agora, deve custar menos de R$ 300,00 (basta uma boa negociata e linkada desse artigo: oi vendedor, diminui o preço aí, campeão, vlw flw). É um deck muito bom, cujo único defeito é perder pra si mesmo (o que é suficiente, creio eu, pra escapar de uma banlist maliciosa como a que deve vir em janeiro). Se não quiser investir no deck inteiro, invista apenas na Virtual World Hime - Nyannyan, que é útil à estratégia do Cherubini Turbo (ou Phantom Knights), pois logo logo o seu preço irá subir, e muito.

Crossout Designator

Crossout Designator é uma carta complicada. Quando ainda não havia tins no Brasil, ele era vendido a R$ 400,00. Agora que chegaram, é vendido a R$ 300,00. Embora eu acredite que seja possível seu preço cair ainda mais (pra faixa dos R$ 200,00), eu não apostaria todas minhas fichas nisso se for eu quem precise da carta pra competir. É o tipo de carta que já sai do booster com BANLIST carimbada na testa, em letras garrafais mesmo, e que pode warpar o formato completamente, mas, no momento, ele não está sendo utilizado, o que justifica uma queda no seu preço. Entendo quem quer comprá-lo agora, antes de seu preço subir como o do Pot of Prosperity, mas quem não quer investir nele agora também tem seu ponto.

Servo Nadir

Uma engine de Dogmatika, atualmente, deve sair na faixa dos R$ 550,00. Sinceramente, não sei se vale a pena no momento. Em janeiro esperamos ter uma grandiosa banlist. Embora os Dogmatika não estejam fazendo nada no momento, lá no OCG eles já sofreram hits, então não aconteceria sem aviso. Além disso, mais pra frente temos o estrutural do Fallen of Albaz, onde faz sentido vermos alguns reprints de cartas de Dogmatika, como Dogmatika Fleurdelis, the Knighted (repeteco do OCG), e Dogmatika Ecclesia, the Virtuous (caidinha pelo Albaz, desculpa). Contudo, é possível que apenas uma ou outra carta do arquétipo seja reprintada no estrutural, e é muito possível que nada da mecânica seja atingido na balist, o que faria o preço dessas cartas subir vertiginosamente. Em suma, tu que manda, cumpadi. 

Só faço a ressalva de que, a Dogmatika Ecclesia, the Virtuous, na raridade prismatic secret, é uma coisa linda de se ver, e cujo preço vai subir sem se importar com nada do que foi dito acima...

Fraktall da Tri-Brigada  Ferrijit, o Florescer Estéril da Tri-Brigada  Shuraig, o Presságio Agourento da Tri-Brigada

Embora eu esteja cansado desse deck estar em todo lugar, eu também gosto muito do seu playstyle. Sim, nós existimos, tá?! Sinceramente, é um deck muito bom, mas cujo sucesso depende de formatos fracos como esse atual, e isso é fácil de se prevenir - basta adotar a tática do power creep. Não vejo razões pra esse deck sofrer um hit avassalador na banlist de janeiro, mas também posso ver isso acontecendo, então não sugiro investir agora nos Tri-Brigade, apenas se for jogar muito nesses dois meses (aqui no Brasil?). Faz muito sentido esperar, e garimpar em janeiro as cartas que te faltam (no meu caso, faltam apenas as que vêm na tin, e tenho toda intenção de pegá-las após analisados os danos da banlist).

Por fim, cabe a você analisar o que te interessa nas tins desse ano. A lata é, quase sempre, o melhor produto do ano, pois tem muitas cartas muito boas, fazendo os preços ficarem lá embaixo por algum tempo. Embora vá acontecer re-waves desse produto no exterior, conversei com alguns lojistas, e nenhum deles acredita que isso vai acontecer aqui no Brasil (konami não tá muito aí pra gente), então vale a pena ficar esperto e pegar agora o que for precisar, pois logo mais tudo dessa lata deve estar caro aqui no nosso país da inflação. Dessas minhas diquinhas de consumo, acredito que faz sentido investir apenas naquilo que sua carteira permitir, não exagerando nesse fim de ano, pois teremos muitos produtos nos próximos meses que virão com novas cartas para um novo formato de Yu-Gi-Oh!.

Espero que tenham curtido, rapaziada!

Até a próxima!

Comentários

Usamos cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência. Ao navegar neste site, você concorda com os nossos termos de uso.