Boletim dos Artesãos - Emergência no Pauper | Magic

Escrito por
Publicado em 13/09/2021
93 Visualizações, 0 Comentários.

Olá e sejam bem-vindos a mais um Boletim dos Artesãos, perfeito para quem tem afinidade pelo que de mais importante acontece no mundo de Magic: the Gathering. A temporada de previews de Caçada à Meia Noite foi finalizada, então trazemos os destaques finais da coleção. Além disso tivemos anúncio de B&R afetando o Pauper, então vamos lá entender o que está acontecendo no formato.

Um Festival de Innistrad

Nesta semana tivemos os últimos previews da coleção principal de Innistrad: Caçada à Meia Noite (faltam ainda serem reveladas todas as cartas e decklists dos decks de Commander que acompanham a coleção). Num olhar final, agora que as cartas foram completamente reveladas, o set é um deleite não apenas para os fãs deste plano, mas também para os jogadores de Standard, que terão um formato muito rico já de início.

Começando com o ambiente da coleção, nas últimas edições vimos que Arlinn pediu a ajuda de Teferi para solucionar os novos problemas de Innistrad e foi o mago que recebeu a terceira e última carta de planeswalker da coleção, Teferi, Who Slows the Sunset. Embora seja um personagem muito popular as cartas mais recentes de Teferi enervaram muitos jogadores, mas este é um design muito interessante que, num primeiro olhar, parece bem balanceado.

Teferi Atrasador

Quem também deu as caras no plano foi Kaya, fazendo sua especialidade, lidar com espíritos. A história completa da coleção é um tantinho complicada para pegar todos os detalhes olhando somente as cartas, mas no final temos um gancho direto para Voto Carmesim com Sorin procurando seu avô Edgar e Olivia invadindo o festival.

Destaques História

Tivemos alguns reprints também interessantes em Caçada à Meia Noite, incluindo Agulha Medular, uma carta de sideboard espetacular contra planeswalkers, e Campo da Ruína, que como também trouxemos aqui, será essencial para manter o combo de O Livro dos Feitos Exaltados e os terrenos de criatura em cheque. Porém o destaque mesmo ficou com o Investigador de Segredos // Aberração Insetídea, uma das cartas mais queridas dos jogadores de Legacy, Pauper e Modern.

Em um outro aspecto também tivemos uma porção de cartas que são versão melhoradas de cartas icônicas do Magic. Fading Hope é 100% melhor que Esconjurar e esse também é o caso para Play with Fire em relação a Choque. Criar cartas novas e poderosas é natural do jogo, mas fazer com que algumas mágicas identitárias se tornem obseletas, e várias de uma vez, é um tanto curioso.

Efeitos Melhorados

Mantendo rasoavelmente este mesmo assunto, o último destaque vai para uma carta que não está em Caçada à Meia Noite, Estiolar a Mente. Sem o reprint na coleção a mágica vai rotacionar do Standard pela primeira vez em 20 anos, presente no formato desde a Sétima Edição e reprintada em todas as Coleções Básicas desde então. O efeito permanece disponível, e com algumas variações, mas teremos que dar adeus ao clássico.

Estiolar

Innistrad: Caçada à Meia noite chega nas plataformas digitais nesta semana, no dia 17, e com ela a rotação e um novo Standard! O lançamento físico fica pra semana que vem, no dia 24.

Banimentos e Confusão no Pauper

Na última quinta-feira, dia 8, tivemos um anúncio de Banidas & Restritas que só afetou um formato, o Pauper, e como resultado Tempestade Serelepe e Companheiro do Visitante estão BANIDAS do formato. Quem acompanha o formato sabe que uma mudança afetando os decks Storm e Affinity era inevitável, e muitos ainda acham que estes banimentos foram brandos.

BANIDOS do Pauper

Para entender o motivo dos banimentos temos que voltar ao lançamento de Modern Horizons 2. Além de ter grande impacto no Modern o set foi avassalador no Pauper, pois tinha justamente Storm e Affinity como dois de seus arquétipos principais.

Depois de ter algumas de suas bombas banidas, como Esvaziar os Viveiros e Fissura Temporal, o Storm ressurgiu das cinzas no formato. O Pauper tem uma abundância enorme de mágicas baratas e cantrips, de forma que aumentar seu marcador de Storm é trivial. Infelizmente o mesmo não é verdade do lado das respostas e a maioria dos outros decks simplesmente não consegue ficar no mesmo patamar da mecânica. Isso já era sabido, como mostram os banimentos que citamos, mas a Wizards decidiu que queria novamente ter bombas de Storm na raridade comum em Modern Horizons 2.

A história do Affinity é diferente. O deck é um dos pilares do Pauper desde sempre, e tem se mantido como um dos melhores ao longo do tempo. Antes o deck tinha algumas fraquezas óbvias em sua base de mana, que era frágil à remoção de artefatos e alvo nos jogos pós-sideboard, e desengonçada, já que o deck utiliza mágicas de várias cores. Porém ambos estes problemas foram resolvidos de uma tacada só com o ciclo de Pontes de Modern Horizons 2. Com terrenos duais, mesmo que entrem virados, o deck tem que se preocupar muito menos com seu acesso às cores. E a Indestrutibilidade é chave, pois impede os oponentes de punir sua decisão de ter artefatos na sua base de mana e com isso o deck disparou.

O impacto de Modern Horizons e o domínio dos decks foi tanto que os jogadores, cada vez mais insatisfeitos com o formato, foram abandonando o Pauper. E isso se agravou a ponto de jogadores conseguirem campanhas 4-0 com decks de apenas terrenos nos torneios Preliminares de Pauper no MTGO.

Pauper Abandonado

"Acabei de fazer 4-0 num Preliminar com 60 terrenos, Pergunte-me Qualquer Coisa", disse o jogador Ari Zax em tweet.

O anúncio da última quinta a Wizards foi então uma reação, uma tentativa de reequilibrar o formato. Sobre o Storm a decisão foi por banir Tempestade Serelepe. No entanto, Relé Galvânico ainda está no formato e muitos jogadores acreditam que a carta é suficiente para manter o Storm como um deck a ser temido e que mais cedo ou mais tarde vai trazer novos problemas.

Quanto ao Affinity a opção foi intencionalmente conservadora para manter a identidade do deck. Companheiro do Visitante acabou recebendo o martelo, mas o problema permanece. Não foi a habilidade de Reciclar de Companheiro que alavancou o Affinity e o deck sobreviveu bem a maior parte da sua vida somente com Impositor Myr.

Problemas Pauper

A opinião geral é que os banimentos foram muito leves e o Pauper continuará desequilibrado. Este é um momento muito ruim para um formato que tem muitos e muitos fãs. Vamos aguardar e acompanhar como a Wizards lidará com isso.

Assim finalizamos mais um Boletim dos Artesãos. Agora queremos saber de você. O que achou dos previews finais de Caçada à Meia Noite? Qual carta mais te empolgou para o novo Standard? E acha que os banimentos no Pauper são suficientes? Sinta-se livre para nos contar usando a seção de comentários. Você também pode nos alcançar por nossa página no Facebook, Twitter ou Instagram. Obrigado pela leitura.

Thiago Santos dos Artesãos do Magic

Comentários

Usamos cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência. Ao navegar neste site, você concorda com os nossos termos de uso.