Boletim dos Artesãos - B&R Radical e Strixhaven | Magic

Escrito por
Publicado em 22/02/2021
86 Visualizações, 0 Comentários.

Olá e sejam bem-vindos ao Boletim dos Artesãos, mais uma semana sem se amedrontar e trazendo o que de mais importante acontece no mundo de Magic: the Gathering. O anúncio de B&R finalmente chegou e foi muito mais recheado do que se imaginava. Além disso, também tivemos um inesperado preview de Strixhaven, a próxima coleção do Magic. Vamos às informações.

Abundância de Banimentos

Na última segunda-feira, dia 15, a Wizards fez o prometido anúncio de Banidas & Restritas que retiraria Uro, Titã da Ira da Natureza do Pioneer, Modern e Histórico. Mas, surpreendendo a muitos, além de banir o titã, a Wizards aproveitou a oportunidade para reformar quase todos os seus formatos Construídos, com a exceção sendo, acredite ou não, o Standard.

Uro, Titã da Ira da Natureza

Porém comecemos com Uro, Titã da Ira da Natureza e a explicação para o banimento dele nos três formatos foi basicamente a mesma. Tanto no Histórico, Pioneer ou Modern, Uro era uma das criaturas mais populares, se não a mais popular, e seus decks ocupavam uma grande parcela do metagame. De forma geral, o nível de poder da carta é simplesmente maior do que o das outras estratégias do formato, o que tornou muito difícil competir contra ele.

A História é diferente no Legacy, no entanto, onde o nível de poder de Uro parece ser apropriado para o formato. O Legacy tem exigências muito grandes para suas mágicas de custo 3 e Uro parece caber nelas sem que seja opressivo em demasia.

Passando para os formatos propriamente ditos, os banimentos no Pioneer foram para realinhar o gameplay oferecido com a filosofia do formato. O objetivo do Pioneer é ser um acumulado das cartas e estratégias mais poderosas, icônicas e divertidas dos Standards mais recentes e não era isso o que se via.

Banimentos no Pioneer

Para reajustar isso, então, o banimento de Teferi, Manipulador do Tempo parece bem justo, já que ele é uma das cartas mais frustrantes de se ver do outro lado do campo de batalha. O banimento também tem o efeito de enfraquecer os decks Niv to Light, um dos mais jogados. Reconquista da Natureza acompanha o banimento de Teferi de forma preventiva. O planinauta é uma das melhores maneiras de manter o encantamento em cheque a Wizards viu que não era necessário esperar que ele tomasse o formato antes de agir.

Os últimos banimentos foram Informante do Submundo e Espião de Balaustrada e vieram para matar o deck Oops, All Spells!. O combo que tritura todo seu grimório é difícil de interagir e dificilmente seria ameaçado pela evolução natural do metagame.

Banidas no Modern

No Modern tivemos o banimento de dois terrenos, Campo dos Mortos e Santuário Místico. Ambos geram ações repetitivas, os Zumbis de Campo e o loop de Santuário e Comando Críptico, que resultavam em pouca diversidade nos late-game do Modern.

Espírito-Guia Símio e Trapaça de Tibalt foram banidos para reduzir a quantidade de não-jogos causados pelos combos “canhão de vidro”. O Símio permitia que combinações de cartas específicas terminassem o jogo tão cedo como turno 0 a Wizards viu por bem desacelerar um pouco esses combos.

Banidas no Legacy

No Legacy, Oko, Ladrão de Coroas perdeu um de seus últimos refúgios e pelos mesmos motivos de sempre. O planinauta adiciona mais um banimento por ser poderosos demais e flexível o suficiente para lidar com uma série de ameaças de forma relativamente fácil. Arcanista da Horda Medonha também foi banido. Em um formato com tantas mágicas poderosas para serem reutilizadas o oponente se via na situação de removê-lo imediatamente ou simplesmente perder o jogo, o que não é um padrão saudável de jogo.

O último banimento no Legacy foi de Astrolábio de Arcum. O artefato provia aos decks muita facilidade ao adicionar diversas cores em suas contruções e também resiliência contra ameaças a sua base de mana como Lua Sangrenta e Terra Árida. O investimento feito é baixo demais para tamanhas vantagens, então ele foi banido.

Lurrus da Toca Onírica

Finalizando as mudanças nas cartas tivemos um desbanimento. Lurrus da Toca Onírica foi liberado para jogo no Vintage. Ele foi justificadamente banido do formato, mas antes da errata na mecânica de Companheio, de forma que a Wizards está disposta a experimentar se a mudança de regras é o suficiente para contê-lo.

Falando em mudança de regras tivemos uma neste anúncio, relacionada à mecânica de Cascata. Como trouxemos aqui ela estava sendo bem explorada para trazer o planeswalker Valki, Deus das Mentiras // Tibalt, Impostor Cósmico ao campo nos primeiros turnos do jogo.

A mudança faz com que a mecânica cheque o custo da mágica que está sendo conjurada duas vezes, uma ao selecioná-la do topo e outra ao colocá-la na pilha. Pro exemplo, se você atinge Valki com a habilidade de Cascata de Elfo Tranças-de-Sangue apenas a face de criatura pode ser conjurada. Mas se, por exemplo Cosima, Deusa da Viagem // A Nau-presságio for atingida pela mesma habilidade ambas as faces podem ser conjuradas, já que ambas tem custo inferior ao de Elfo.

São muitos banimentos dessa vez e será interessante ver como todos esses formatos se adaptam às mudanças. E isso é claro que você vai poder ver aqui.

Strixhaven Revelada

De forma surpreendente na última quinta, dia 18, recebemos os primeiros previews da próxima coleção de Magic, Strixhaven. O set vai mostrar a versão do Magic para o trope de escola mágica e pudemos dar uma olhada no visual e filosofias das cinco faculdades apresentadas.

Faculdades de Strixhaven

Os estudantes da faculdade Sapioforte, de combinação RW, são os pesquisadores e aventureiros obcecados com o passado na universidade Strixhaven. Eles exploram o passado, seus artefatos arqueológicos e espíritos há muito mortos. Seu lema é “não deixe pedra alguma sem revirar”.

Já em Prismari, combinação UR, estão os artistas de Strixhaven. Eles usam sua mágica para se expressar, seja num rompante de emoção ou de forma meticulosa e pensada. Seu lema é “se expresse com os elementos”. Em Quandrix temos os matemágicos da universidade, na combinação UG. Eles estudam padrões, ângulos e simetrias e comandam com suas magias as forças mais fundamentais da natureza. Seu lema é “matemática é mágica”.

Os Platinopena, de combinação BW, são os usuários da magia das palavras em Strixhaven, o que vai das mais belas poesias aos mais terríveis insultos. Seus estudantes são ricos em carisma, liderança, estilo e espírito competitivo. Seu lema é “estilo afiado, raciocínio ainda mais”. Finalmente temos a faculdade Murchaflor, de combinação BG, que estuda a natureza viva e a usa, seja a fortalecendo ou a explorando. Seu lema é “suje suas mãos”.

Mas não tivemos apenas esses detalhes revelados, tivemos também cartas com o retorno dos Comandos, um para cada faculdade. As novas cartas também mostram uma atualização nas regras do Magic chegando com Strixhaven. O "custo de mana convertido", famoso CMC, deve se tornar "valor de mana".

Comandos em Strixhaven

Falando em cartas as Masterpieces estão de volta em Strixhaven e agora se chamam Arquivo Místico. Em todos os boosters de draft da coleção você vai encontrar uma e em cada booster de colecionador no mínimo três de uma lista de 63 cartas da história do Magic, disponíveis em todas as línguas que o jogo já é publicado.

Arquivo Místico

E no Japão o Arquivo Místico recebeu um tratamento especial com artes alternativas pra lá de estilosas, e isso vem em adição às cartas com o tratamento comum às outras línguas. Fora do Japão essas cartas só serão encontradas em boosters de colecionador.

Arquivo Místico Japonês

Finalmente, as embalagens de Strixhaven nos mostram alguns dos personagens que estarão presentes na história da coleção, a dupla de gêmeos Rowan e Will, os herdeiros reais de Eldraine. Poderemos ver o que os irmãos fizeram desde seu encontro com Oko e Garruk.

Rowan e Will em Strixhaven

Só uma fração foi revelada, mas já há muito para ficar empolgado. Strixhaven tem lançamento agendado para 23 de abril.

Assim chega ao fim mais um Boletim. O que você achou dos Banimentos? Acha que eles são o suficiente para consertar os formatos? E está empolgado para Strixhaven? Qual a sua faculdade favorita? Sinta-se livre para nos contar usando a seção de comentários. Você também pode nos alcançar por nossa página no Facebook, Twitter ou Instagram. Obrigado pela leitura.

Thiago Santos dos Artesãos do Magic

Comentários

Outros Produtos

  • Magic Deck Commander - Renascer Zendikar - Ataque Surpresa | Deck

    Magic Deck Commander - Renascer Zendikar - Ataque Surpresa

    1 item(s) R$ 145.90
  • CHALLENGER DECK 2020 - CAVALCADE CHARGE  | Deck

    CHALLENGER DECK 2020 - CAVALCADE CHARGE

    2 item(s) R$ 109.90
  • MAGIC THE GATHERING COLEÇÃO BÁSICA 2021 DECK DE PLANESWALKER - Chandra | Deck

    MAGIC THE GATHERING COLEÇÃO BÁSICA 2021 DECK DE PLANESWALKER - Chandra

    1 item(s) R$ 179.90
  • BOOSTER AVULSO MTG - DRAGÕES DE TARKIR  | Booster

    BOOSTER AVULSO MTG - DRAGÕES DE TARKIR

    10 item(s) R$ 15.99
  • Commander | Deck

    Commander

    1 item(s) R$ 250.00
  • Set de Sliver (Fractius) | Set

    Set de Sliver (Fractius)

    1 item(s) R$ 63.50