Boletim dos Artesãos - Omnath Onipresente | Magic

Escrito por artesaosdomagic
Publicado em 12/10/2020
50 Visualizações, 0 Comentários.

Olá e sejam bem-vindos a mais um Boletim dos Artesãos, que sobrevive e traz tudo o que de mais importante acontece no mundo de Magic: the Gathering. Nesta semana um tópico se sobressaiu e acabou condensando os assuntos mais populares do jogo e este foi, é claro, as Grandes Finais da Temporada 2020. Então vamos logo saber tudo o que aconteceu neste evento.

Omnath Domina o Standard

Como já dissemos aqui algumas vezes, indo para o evento Omnath, Locus da Criação era sem dúvidas a força a ser parada no Standard, mas sempre sobram algumas questões a serem respondidas. Uma delas era qual versão de Omnath escolher. Omnath Ramp é a versão mais explosiva, trabalhando quase como um combo, enquanto a versão Omnath Adventures, que confia num plano mais lento produzindo valor todos os turnos. A segunda questão era saber o quão popular Omnath acabaria sendo.

Na quinta, dia 8 tivemos a resposta. O consenso era que Omnath Adventures era o melhor deck num geral e que Omnath Ramp tinha uma ligeira vantagem num confronto entre os dois decks. A maioria dos jogadores, 60% deles, escolheu por poder bruto, vendo que a vantagem no mirror não era o suficiente para escolher um deck pior. Entre os dois decks Omnath representa cerca de 72% do Standard no campeonato, um número quase inacreditável.

Metagame Standard Grand Finals

O número é tão expressivo que logo após o campeonato a Wizards já comunicou que haverá um Anúncio de Banidas & Restritas hoje e, se Omnath sobreviver é realmente difícil dizer o que o faria cair.

Omnath também acabou ficando com 5 das vagas do Top 8 e as outras três vagas são bem interessantes para a sequência do Standard. O deck Gruul Adventures ficou com 2 vagas nas mãos de Autumn Burchett e Emma Handy como a única versão de Aggro tradicional neste campeonato.

Além de virar as criaturas para atacar o deck tem peças chaves evasivas em Elemental das Queimadas e Serpente Litoespiral, um pouco de interação com Gigante Esmaga-ossos // Pisar e Destruidor de Gemas, um motor de vantagem de cartas com Estalajadeiro de Beiramuro, e, claro a explosividade de Brasolâmina. A depender da profundidade de banimentos e evoluções do Standard mudanças ainda podem ser feitas. Destruidor de Gemas poderia dar lugar a outras criaturas se Trevo da Sorte for banido, por exemplo.

O outro deck a colocar jogadores no Top 8 foi o Dimir Rogues, com um único jogador em todo o campeonato em Seth Manfield. O deck funciona respondendo 1-para-1 todas as ameaças do oponente enquanto tritura o deck do oponente com seus Ladinos. No fim do jogo o deck pode recarregar suas forças com cartas como Entrar na História e prover cronometro rápido com ataques de Gárgula de Vantreza.

Como prova do poder destes decks Autumn, Seth e Emma perderam uma vez cada para Omnath na porção de Standard do suíço das Grandes Finais, um recorde de 13-3. Como prova do poder de Omnath os três jogadores foram 1-6 no Top 8 do torneio. No confronto direto os decks ficaram 1-1 e ambos são bons candidatos para preencher um possível vazio no Standard.

Omnath Grande no Histórico

O Histórico também foi um dos formatos das Grandes Finais e ele está completamente diferente desde que o vimos no Invitacional Mítico, muito em razão do lançamento de Renascer de Zendikar. Goblins, que dominou o evento anterior foi colocado de lado completamente nesse evento e a carta destaque é novamente Omnath.

Metagame Histórico Grand Finals

O deck Omnath Ramp liderou o Metagame com quase 35%. O deck é basicamento o mesmo que vemos no Standard, mas com uma base de bana melhor e acesso a Uro, Titã da Ira da Natureza e Explorar. O que já é fácil no Standard se torna uma trivialidade no Histórico, de forma que não há sequer necessidade de se pensar em uma variação com Aventuras.

Seguindo firme vem um pilar bem estável do histórico, o Jund Sacrifice. O deck continua forte apesar de ignorar completamente Renascer de Zendikar, e as questões do deck também continuam as mesmas, já que ambas versões com Companhia Agrupada e Trilha de Migalhas são viáveis.

O próximo deck do Histórico sofreu uma leve transformação passando de Sultai para 4C Midrange. O deck adotou o branco única e exclusivamente pelo poder de Yasharn, Terra Implacável, que é espetacular contra as estratégias de sacrifício. Fora isso vemos o pacote Ramp Nissa, Abaladora do Mundo + Uro, Titã da Ira da Natureza + Krasis Hidroide de sempre e poderoso como sempre.

O último deck de destaque é um combo novíssimo, Neostorm, que combina os multiplicadores de mágica Mago da Conjuração Dupla e Evocadora de Tormenta de Portão Marinho com o feitiço Neoformar para criar um ataque letal tão cedo quanto turno 3. O deck não foi especialmente competitivo no campeonato, mas esta não é de forma alguma a versão final do arquétipo que, se refinado, pode voltar a aparecer com melhores resultados no Histórico.

O Anúncio de Banidas & Restritas de hoje também impactará o Histórico e, embora seja incerto, é provável que siga o ritmo do Standard, então Uro, Titã da Ira da Natureza e Omnath, Locus da Criação estão ameaçados, assim como seus decks. As chances de que o Ramp continue viável no formato são grandes ainda assim.

O Jund Sacrifice aparenta estar absolutamente estável no topo e deve continuar dessa forma. A depender das mudanças podemos ver tanto as estratégias de UWx Control quanto os Goblins recuperando vigor, este último também a depender do quanto veremos de Yasharn, Terra Implacável, que trava os turnos explosivos com Prospector de Skirk.

Top 8 Recheado

O campeonato culminou em um Top 8 de eliminação dupla completamente recheado. Tivemos a dupla francesa de membros do Hall da Fama Gabriel Nassif e Raphael Levy novamente mostram que seus nomes “velhos” não podem ser jamais desconsiderados. Além disso Nassif e Seth Manfield chegaram a mais uma fase de eliminação logo depois de disputarem as finais do Invitacional Mítico um feito impressionante, que só reforça o brilhantismo destes dois jogadores.

Top 8 Grand Finals

Autumn Burchett e Emma Handy formaram outra dupla formidável que trouxe o Gruul Adventures para a disputa. Autumn se tornou uma constante e um nome reconhecível nos grandes campeonatos desde que venceu o Campeonato Mítico I em 2018 e entrou para a MPL, enquanto Emma Handy conseguiu sua primeira grande performance no circuito da Wizards.

Patrick Fernandes surge como mais um expoente do Magic brasileiro com seu segundo Top 8 coroando um ótimo ano. E com certeza o Campeão Brasileiro de 2019 ainda tem muito a mostrar. Aaron Gertler é outro novo nome no circuito que vale a pena ficar de olho e que fez uma belíssima recuperação depois de estar com 4 derrotas por boa parte do torneio.

O título mesmo ficou com Austin Bursavich, que jogou o melhor do Magic nas rodadas de suíço, sendo o primeiro a se classificar para o Top 8 com uma única derrota. Embora seu começo na fase eliminatória não tenha sido ideal, ele se mostrou um mestre navegando as partidas mirror de Omnath.

Austin Bursavich Campeão Grand Finals

Parabéns a Austin Bursavich, campeão das Grandes Finais da Temporada 2020!

E assim terminamos mais um Boletim. Talvez você já tenha visto o B&R quando leu esta edição, então o que acha que precisa ser mudado no Standard? O formato finalmente terá alguns dias de paz agora? E qual a sua aposta para o Histórico? Sinta-se livre para nos contar usando a seção de comentários. Você também pode nos alcançar por nossa página no Facebook, Twitter ou Instagram. Obrigado pela leitura.

Thiago Santos dos Artesãos do Magic

Comentários

Outros Produtos

  • MAGIC THE GATHERING COLEÇÃO BÁSICA 2021 DECK DE PLANESWALKER - Teferi | Deck

    MAGIC THE GATHERING COLEÇÃO BÁSICA 2021 DECK DE PLANESWALKER - Teferi

    1 item(s) R$ 79.90
  • MAGIC IKORIA - KIT DE PRÉ-LANÇAMENTO | Caixa de Booster

    MAGIC IKORIA - KIT DE PRÉ-LANÇAMENTO

    1 item(s) R$ 109.90
  • Brawl Deck - Wild Bounty - Chulane | Deck

    Brawl Deck - Wild Bounty - Chulane

    1 item(s) R$ 119.90
  • Deck Box Mana Flip - Cinza Planeswalker - UltraPro | Deck Box

    Deck Box Mana Flip - Cinza Planeswalker - UltraPro

    1 item(s) R$ 119.90
  • Commander 2020 Deck - Regimento Impiedoso  | Deck

    Commander 2020 Deck - Regimento Impiedoso

    2 item(s) R$ 274.90
  • Zedruu. Base do deck. Rainbow Vale HP. Politica de Estado PL. Tem FOIL's no deck. | Deck

    Zedruu. Base do deck. Rainbow Vale HP. Politica de Estado PL. Tem FOIL's no deck.

    1 item(s) R$ 309.99