Boletim dos Artesãos - Começa a Contagem para M21 | Magic

Escrito por artesaosdomagic
Publicado em 08/06/2020
111 Visualizações, 0 Comentários.

Olá e sejam bem-vindos a mais um Boletim dos Artesãos, formado pelo que de mais importante acontece no mundo de Magic: the Gathering. Nesta semana tivemos um anúncio de Banidas & Restritas brutal que, além de atingir cartas no Standard e Histórico, teve impacto em todos os formatos. O outro grande assunto da semana, e um muito mais agradável, é o início da temporada de previews para a Coleção Básica de 2021. Vamos lá saber mais sobre tudo isso.

Companheiros Enfraquecidos, Fogos e Agente Banidos

Na segunda-feira passada, dia 1 de junho, tivemos o tão aguardado anúncio de Banidas & Restritas que afetaria o Standard e o Histórico. A esperança dos jogadores estavam em algo que afrouxasse o aperto em que Jeskai Lukka mantinha ambos os formatos.

Nessa parte o anúncio foi completamente cirúrgico ao banir tanto Agente da Traição e Fogos da Invenção  no Standard e suspendê-los no Histórico. Fogos era a espinha dorsal do deck, que o permitia alcançar a importante marca de duas mágicas por turno rapidamente e o fazendo com mágicas extremamente poderosas. E nesse último quesito Agente era provavelmente a jogada mais poderosa do deck que representava uma vantagem da qual o oponente dificilmente se recuperaria ao roubar uma de suas permanentes.

Fogos da Invenção e Agente da Traição

Numa análise individual Fogos da Invenção também representava um obstáculo para os desenvolvedores do Magic já que a carta ficaria ainda mais poderosa à medida que novas e melhores mágicas de alto custo fossem lançadas. Agente da Traição por sua vez era um efeito extremamente frustrante que estava sendo facilmente abusado tanto por Lukka, Pária Gibão de Cobre quanto por Winota, Agregadora de Forças. Uma solução limpa para ambos os problemas é simplesmente eliminar as cartas dos formatos.

A mudança mais importante do anúncio no entanto não foi os banimentos, mas sim o enfraquecimento de uma mecânica inteira. Pela primeira vez em sua história o Magic está fazendo uma errata em uma mecânica puramente por motivos de nível de poder e os companheiros é que foram o alvo. A mecânica de Companheiro passa então a funcionar da seguinte maneira:

Uma vez por jogo, em qualquer momento em que você poder conjurar um feitiço você pode pagar 3 mana genéricos para mover seu companheiro da reserva para a sua mão. Esta é uma ação especial e não uma habilidade ativada.

A razão para a mudança é clara: a mecânica de Companheiro é simplesmente forte demais da maneira que ela foi lançada. “Como grupo, decks de companheiro têm taxas de vitória grandes demais, além de grandes fatias do metajogo nos formatos Padrão, Pioneiro e Moderno, sendo que já houve a necessidade de banimentos nos formatos Legado e Vintage”, dise Ian Duke no artigo.

A mudança tem dois efeitos práticos imediatos. O primeiro é aumentar o custo para se conjurar um companheiro, o que afeta com mais força aqueles que são baratos, como Lurrus da Toca Onírica  e Kaheera, a Guardiã dos Órfãos, e mais agressivos, como Obosh, o Furapresa. O segundo é adicionar um momento no qual essas cartas podem sofrer interação ainda na mão, por meio de efeitos de descarte, por exemplo.

“Nós esperamos que essa nova versão da mecânica de companheiro resulte em um desafio na montagem de decks e em meios de expressão que a comunidade jogadora poderá escolher, ao invés de ser uma parte tão grande do metajogo competitivo”, concluiu Duke.

A mudança parece com certeza melhor do que simplesmente banir as 10 carta do jogo e mais elegante do que ignorar um parágrafo delas. Ao fim os companheiros continuam ser um fator a ser considerado na construção do deck e todos os formatos em que são legais.

Preparando a Coleção Básica de 2021

Então vamos ao outro grande assunto da semana. Depois de ser adiado em devido ao Dia de Luto Nacional em respeito à morte de George Floyd e aos protestos acontecendo nos Estados Unidos, na sexta-feira, dia 5, tivemos o Show de Variedades da Coleção Básica de 2021, que deu início à temporada de previews do set. E podemos dizer que há muito para ficar animado.

A única informação que tínhamos sobre o set foi dada ano passado por Cynthia Sheppard, diretora de arte do Magic, quando ela disse “Acho que a proposta era “Você gosta do Teferi?” Se você gosta do Teferi você não vai se desapontar com essa coleção.” Então nada mais justo que começarmos falando dele, Teferi, Mestre do Tempo.

Teferi, Mestre do Tempo

Como de praxe atualmente o planinauta tem uma habilidade passiva (estática ou desencadeada) e uma das mais inventivas até agora, permitindo que ele ative suas habilidades de lealdade duas vezes em um ciclo de turnos e, tão bom quanto isso, permitindo que faça isso em resposta a outras ações. A carta também marca o retorno da mecânica de Fase, mais especificamente Sair de Fase, um experimento que tenta lidar melhor com habilidades muito poderosas de entrar ou sair do campo de batalha.

Todos os planinautas de M21 vão contar com sua própria moldura Showcase e também um ciclo vertical diretamente ligado a eles, isto é, um ciclo que permeia multiplas raridas, e dessa vez os ciclos incluem até os terrenos básicos, como vemos no ciclo de Teferi.

Ciclo Vertical de Teferi em M21

E quem são os outros planinautas? Bom, temos um elenco estrelado, incluindo novas caras e aguardados retornos. Em Branco vemos a estreia de Basri Ket, um planinauta de Amonkhet seguidor de Oketra com fortes ligações à temas marciais, de modo que a comparação com Gideon é inevitável.

Basri Ket, Teferi, Liliana, Chandra, Garruk e Ugin em M21

Nas cores Vermelho e Preto temos as favoritas dos fãs Chandra e Liliana, aparecendo pela primeira vez desde Guerra da Centelha. Na cor verde temos mais um retorno e Garruk, agora livre da maldição, retoma sua posição como planinauta primário na cor verde em uma coleção básica. Isso não é tudo, no entanto, pois temos também um planinauta incolor, ninguém menos que o Dragão Espírito, Ugin.

A carta de Ugin em M21 é um reprint de Ugin, o Dragão Espírito, uma carta que têm alta procura e brilha no Modern, principalmente no Tron. Este não é o único reprint impressionante do set, pois ainda temos Azusa, Perdida mas Procurando, pela primeira vez com a moldura lendária, e Grim Tutor, recebendo seu primeiro reprint desde Starter 1999.

Grim Tutor, Azusa e Ugin

Uma outra novidade, que de forma nenhuma deve ser subestimada é que os Cães do Magic finalmente vão receber o tratamento merecido na linha de tipo, abandonando o tipo Sabujo de uma vez por todas. Além disso a tribo ganha mais um comandante e um lorde.

Cães em M21

Mark Rosewater disse que eles se propuseram a fazer uma das melhores coleções básicas de todas com M21 e o começo foi com o pé direito. Para saber onde encontrar os previews dê uma olhada neste artigo e a aqui Galeria de Cartas é atualizada diariamente.

Assim se encerra mais um Boletim. O que achou da mudança nos companheiros? Teria banido mais alguma carta no Standard ou Histórico? E o que tem achado dos previews da Coleção Básica de 2021? Sinta-se livre para nos contar usando a seção de comentários. Você também pode nos alcançar por nossa página no Facebook, Twitter ou Instagram. Obrigado pela leitura.

Thiago Santos dos Artesãos do Magic

Comentários

Outros Produtos

  • DRAGON SHIELD MATTE NONGLARE - PRETO | Shield, Sleeve

    DRAGON SHIELD MATTE NONGLARE - PRETO

    1 item(s) R$ 84.90
  • DRAGON SHIELD MATTE - VERDE | Shield, Sleeve

    DRAGON SHIELD MATTE - VERDE

    1 item(s) R$ 79.90
  • torneio on line - PCH Arena  Piedade Card House | Inscrição

    torneio on line - PCH Arena Piedade Card House

    42 item(s) R$ 15.90
  • FOLHA PARA FICHÁRIO - PRETA | Pasta / Portfólio

    FOLHA PARA FICHÁRIO - PRETA

    40 item(s) R$ 2.99
  • DRAGON SHIELD ESTAMPADO - WHISTLERS MOTHER | Shield, Sleeve

    DRAGON SHIELD ESTAMPADO - WHISTLERS MOTHER

    1 item(s) R$ 79.90
  • Commander 2020 Deck - MAELSTROM ARCANO | Deck

    Commander 2020 Deck - MAELSTROM ARCANO

    3 item(s) R$ 249.90