Erratas: Um mal necessário? | Yu-Gi-Oh!

Escrito por CyberseTeamBR
Publicado em 11/05/2020
152 Visualizações, 0 Comentários.

Introdução: O que é uma errata?

Basicamente, errata significa uma mudança de nome ou efeito, e normalmente ocorre para enquadrar uma carta em um padrão específico e para corrigir possíveis erros de tradução, digitação ou até mesmo um efeito potencialmente perigoso. Um bom exemplo disso é o lendário Frog the Jam, um monstro Normal que devido a um erro de tradução do seu nome no TCG, era tratado como um monstro do Arquétipo "Frog", enquanto que originalmente ele não fazia parte desse Arquétipo. Por conta disso, durante muito tempo, os monstros "Frog" sempre acabavam excluindo-o dos seus efeitos com uma simples frase "except, "Frog the Jam". Hoje, o nome do Frog the Jam foi finalmente alterado e ele se chama Slime Toad.

No entanto, essa é apenas uma excessão a regra, onde Monstros Normais recebem errata. O que ocorre de fato, em sua grande maioria é o contrário. Monstros de Efeito, com efeitos absurdos acabam tendo de ter seus efeitos alterados para se tornarem justos, como foi o caso do Sangan ou a Bruxa da Floresta Negra, que por muito tempo fizeram parte da Banlist, já que os mesmos podiam buscar uma infinidade de monstros quando enviados para o Cemitério, sem nenhuma restrição. Hoje, a função deles permanece a mesma, no entanto você não pode mais ativar os efeitos dos monstros adicionados para a mão pelo restante do turno. Ao contrário de muitas erratas por ai, essa foi excelente, trouxe a carta de volta para o jogo e a deixou extremamente justa e equilibrada. No entanto, nem sempre é assim...

Uma Tartaruga sem Casco

A Tartaruga Catapulta é um Monstro do Tipo Aqua, de Nível 5 do Atributo ÁGUA e com 1000 de ATK (esse fato deve ser considerado). Enquanto ele estiver no campo, você pode Tributar um monstro em campo e causar dano ao seu oponente igual a metade do seu ATK. Você só pode usar este efeito da Tartaruga Catapulta uma vez por turno, enquanto com a face para cima no campo. No entanto, se você encontrar uma maneira de fazer um Loop com essa carta, é possível usar o seu efeito outra vez, e depois outra, e depois outra, dizimando os LP do seu oponente. No entanto, para isso é necessário encontrar uma maneira eficiente de Invocá-lo diversas vezes para o campo.

Entretanto, antes da sua errata, na coleção Duelist League 18, esse efeito não tinha a sua restrição de ser "Uma vez por turno". Se você tivesse como Invocar monstros por Invocação-Especial indefinidamente, poderia usar este efeito infinitamente, e há de convir que muitos Decks conseguem fazer isso com extrema facilidade. No passado, sem a errata, essa carta era absurdamente popular e ficou muito conhecida ao ser utilizada no Deck Magical Scientist FTK, e na época, com a carta Last Will liberada tornava-se muito mais fácil trazer a Tartaruga para o campo. Então, depois disso, e Invocando Monstros de Fusão infinitamente, você simplesmente poderia Tributá-los, infligindo dano ao seu oponente e queimando seus 8000 LP em apenas um único turno. Lembrando que na época, passavamos longe de ter alguma handtrap no jogo. Nesse caso, a errata foi necessária, já que ela ajuda a eliminar os Decks de FTK.

A Serpente não tão Sinistra!

Serpente Sinistra é um monstro do Tipo Réptil, de Nível 1 e do Atributo ÁGUA, que durante a sua Fase de Apoio, permite com que você adicione-a do seu Cemitério a sua mão. No entanto, você dever banir 1 Serpente Sinistra do seu Cemitério durante a Fase Final do seu oponente. Da maneira com a qual a carta funciona, significa que você só poderá usá-la uma vez, e isso só se torna especialmente relevante caso você a utilize como é pretendido, para pagar custos, pois como você teria essa carta no Cemitério durante a Fase Final do seu oponente ela seria banida.

Contudo, antes da sua errata, lançada oficialmente na coleção Premium Gold: Return of the Bling, a Serpente Sinistra não tinha o custo de precisar banir outra cópia dela mesma quando você a retornasse para à mão. Por isso, significava que ela poderia ser usada como material de descarte infinito, fazendo com que o jogador sempre tivesse como pagar seus custos sem perder nenhuma outra carta da mecânica do próprio Deck. No entanto, ainda assim essa carta poderia ter saído da Banlist sem nenhuma restrição adicional, já que ela é uma carta antiga e extremamente frágil, sendo suscetível a sofrer com efeitos de cartas como D.D. Corvo Chamado da Cova.

Primeiro eu, depois você!

Uma carta extremamente clássica! Anel da Destruição é uma Carta Armadilha que permite com que você dê alvo em um monstro do oponente com ATK igual ou menor aos LP dele. Primeiro você destrói esse monstro, e depois sofre dano igual ao seu ATK, para assim causar dano ao seu oponente igual ao dano que você sofreu. Além disso, você só pode ativar este efeito durante o turno do seu oponente. Durante muito tempo essa carta foi usada em Decks clássicos, e acabou sendo banida depois. Mas, há de convir que essa carta era, digamos, um pouco diferente...

Antes da sua errata, na coleçâo Premium Gold: Return of the Bling, a carta poderia ser ativada em ambos os turnos. E não era só isso, também não havia restrição sobre qual monstro você deveria escolher. Você poderia escolher o seu próprio monstro e pouco importava o seu valor de ATK e o dano era infligido para ambos os jogadores de forma simultanea. Por conta disso, essa carta se tornou extremamente popular no Goat Format, já que você poderia forçar um "empate técnico" para vencer a Match. Apesar de necessária (tendo em vista que essa carta poderia causar empates e era extremamente injusta), a errata que a Konami deu para ela foi absolutamente pesada, e ela perdeu a sua essência. Hoje em dia, ela sumiu de muitos Decks por aí, e dificilmente voltará a ser realmente efetiva.

Uma Fusão do Futuro!

Fusão Futura é uma Magia Contínua que tem um efeito que se resolve ao longo de três turnos. Primeiro, você precisa ativá-la normalmente. Então na primeira Fase de Apoio após ser ativada, você revela um Monstro de Fusão no seu Deck Adicional e envia as suas matérias de Fusão do Deck para o Cemitério. E depois, durante a próxima Fase de Apoio, você pode Invocar por Invocação-Fusão o monstro revelado e equipá-lo com essa carta. Mas, se essa carta ou o monstro forem destruídos, ambas deixam o campo. Um Deck bastante popular que se aproveitou dessa carta antes da mesma ser banida ou sofrer errata foi o Deck Machine Fusion OTK. Utilizando essa carta, era possível encher o Cemitério com 12 ou mais monstros para Invocar o Dragão Fortaleza Quimeratech com 12.000 de ATK para o campo. E mesmo depois de receber a errata, o Deck Infernoid ainda consegue se aproveitar dessa carta. Infernoid Tierra é um poderoso monstro de Fusão, e pode ser facilmente Invocado com essa carta.

Antes da sua errata, lançada na coleção Duelist Saga, essa carta poderia mandar as Matérias de Fusão para o Cemitério imediatamente após a sua ativação. Por essa razão, se fez necessário mudar um pouco o efeito dessa carta de alguma maneira, mas sem perder a sua essência antes de trazê-la de volta ao jogo. Decks Máquina poderiam ficar muito quebrados, porque eles poderiam enviar suas matérias para o Cemitério e reviver o Machine Fusion OTK (com muito mais cartas novas, e com efeitos que ativam no Cemitério). E do outro lado, os Infernoids também poderiam ficar extremamente injustos se comparados a outros Decks, já que eles precisam do Cemitério para funcionar. Nesse caso, essa errata foi extremamente necessária, e mesmo que ela limite um pouco o poder dessa carta, dando mais tempo para que o oponente possa destruí-la, caso ela consiga resolver o seu efeito, assim como antes, ela praticamente te assegura a vitória no duelo, tendo em vista os grandes recursos que você terá para usar no seu Cemitério.

Conclusão

Como Yu-Gi-Oh! é um jogo que continua evoluindo e crescendo, as erratas se fazem necessárias. Como foi explicado no início do post, a Konami faz erratas por uma infinidade de motivos. A maioria delas é para atualizar os textos de cartas antigas, para que elas possam se adequar as regras PCST (Problem-Solving Card Text) dos dias de hoje. Depois disso, as erratas servem para alterar nomes de cartas, consertar pequenos erros, ou em casos mais extremos, mudar a maneira de como uma carta funciona. 

Hoje na comunidade, existe uma grande discussão no que diz a respeito as erratas. Algumas pessoas dizem que as cartas não podem tomar erratas que mudem suas condições de ativação ou custos e até mesmo seus efeitos, e usam o argumento de que isso faz com que essas cartas percam sua "identidade", e por isso, preferem até mesmo que elas permaneçam banidas, caso seja necessário. Já outras pessoas, acham que essas mudanças de efeito são realmente necessárias, já que em vez de criar uma nova carta, você pode reutilizar uma carta antiga e trazê-la de volta para o jogo, de uma maneira remodelada. Para ser sincero, eu não defendo nenhum lado em específico. Como foi mostrado, existem cartas onde erratas são extremamente necessárias, assim como existem cartas que não necessitam, e por receberem, acabam se tornando inutilizáveis.

Até a próxima pessoal!

*Esse post foi feito com base no artigo "When Erratas Go Too Far", publicado originalmente na página YGOPRODeck.*

Comentários

Outros Produtos

  • CENTRAL ALBUM 3X3 - VERDECENTRAL ALBUM 3X3 - VERDE | Pasta / Portfólio

    CENTRAL ALBUM 3X3 - VERDECENTRAL ALBUM 3X3 - VERDE

    1 item(s) R$ 99.90
  • Commander 2020 Deck - ENXAME SIMBIÓTICO  | Outros

    Commander 2020 Deck - ENXAME SIMBIÓTICO

    3 item(s) R$ 249.90
  • Theme Booster - Theros Além da Morte // Theros Beyond Death | Booster

    Theme Booster - Theros Além da Morte // Theros Beyond Death

    2 item(s) R$ 35.90
  • Playmat lilian vess | Playmat

    Playmat lilian vess

    1 item(s) R$ 30.00
  • UltimatePRO - Deck Case Azul Claro | Deck Box

    UltimatePRO - Deck Case Azul Claro

    1 item(s) R$ 24.90
  • DRAGON SHIELD ESTAMPADO - WHISTLERS MOTHER | Shield, Sleeve

    DRAGON SHIELD ESTAMPADO - WHISTLERS MOTHER

    1 item(s) R$ 79.90