Copa Cyberse #1: Quase Campeão com Dinowrestler

Escrito por CyberseTeamBR
Publicado em 03/12/2019
159 Visualizações, 0 Comentários.

Salve duelistas!

O post de hoje vai ser um pouco diferente do comum. Aconteceu nesse final de semana (01/12) mais uma edição do nosso torneio mensal, onde os mais diversos duelistas e Decks podem participar. É um torneio voltado para o 4fun, mas isso não o torna menos interessante. A partir dessa edição, ele ganhará o nome de Copa Cyberse, já que é totalmente organizado por nossa equipe do canal Cyberse Team BR, e é de lá onde gravamos nossos principais duelos e fazemos reports para o nosso canal. Apesar do nome, qualquer Deck que não seja um Tier 0 ou 1 podem participar, e pode acreditar, em quase todas as edições temos muitos Decks diferentes e com estratégias bem divertidas e inteligentes. Apesar de tudo isso, foi a primeira vez que ambos os criadores de conteúdo do canal estiveram reunidos no torneio. Eu, que vos escrevo, estava utilizando Dinowrestler, e Fernando (o mais ativo) usou o seu Deck Yosenju. Hoje, vou fazer o meu report individual e contar um pouco da minha experiência. Na Sexta-Feira, também teremos um vídeo no nosso canal, contando tudo o que aconteceu com o ponto de vista do outro jogador. E se você está lendo esse post através do link na descrição do vídeo, seja muito bem vindo! Prontos? Então, sigam-me!

Rodada 1 - Dinowrestler x Dark Magician

Meu primeiro duelo foi contra o Deck que possui a alcunha de "Meta dos 4fun". É impressionante. Onde você chegar, alguém estará usando esse Deck. Seja na escola, na rua, nas lojas, e se duvidar até o seu cachorro tem um deles escondido e você não sabe. Do outro lado, um Deck estreante em nosso torneio, os meus "Dinowrestler" entravam em campo como a zebra e com razão. Não haviam sequer sido testados, e possuem uma mecânica diferente e que necessita de monstros do outro lado para funcionar com a força total, enquanto os outros já eram presença constante no nosso torneio, e possuem uma mecânica bem definida. Mas, deixando isso tudo de lado, eu decidi encarar o desafio. No primeiro duelo ganhei no dado, e escolhi ser o segundo, por razões óbvias. A mão do meu oponente não veio tão boa e isso me ajudou bastante. Só foi preciso dois turnos para vencer o duelo, eu me lembro de conseguir Invocar o Dinolutador Pancratops (que considero o melhor monstro do Arquétipo), o Ultimate Tyranno Condutor e outros dois monstros. Sendo sincero, não lembro como cheguei nesse resultado, mas venci o primeiro duelo da Match.

No segundo duelo, meu oponente escolheu começar e veio com uma mão muito boa. Dessa vez, eu fui a vítima de uma mão horrível, com 5 Spells. Meu oponente ativou o Círculo Mágico Negro e conseguiu estabelecer o campo. Também foi possível Invocar o Bastão do Mago e buscar 1 carta. Mas, usando de esperteza, ele foi Tributado pelo efeito da Magia Mágica de Ilusão, deixando-o sem monstros em campo. Foi uma estratégia inteligente, já que meu Deck depende de monstros no campo do oponente para funcionar. No meu turno, minha mão continuou muito ruim e não consegui jogar. Passei a vez. No turno do meu oponente, ele encheu o campo com 5 monstros e me deu um OTK. Empate!

No terceiro duelo, a situação se inverteu novamente. Eu peguei uma mão muito boa, e ele pegou uma mão muito ruim. Eu escolhi ir em segundo novamente, e ele passou o campo com um Bastão do Mago com a face para cima, mas que não conseguiu buscar nada porque eu ativei Ash Blossom em resposta ao seu efeito. No meu turno, eu fui agraciado com a compra da Field Spell Mundo Perdido, e graças a ela consegui Invocar muitos monstros via Bebecerassauro e Petiteranodon. Nesse duelo, consegui reunir em campo o Dinolutador Celasilat e Dinolutador Escrimamenchi para uma Invocação-Sincro do Dinolutador Giga Espinosavate. Destrui o único monstro no campo do meu oponente, e novamente pude Invocar o Tyranno. Com isso, foi fácil finalizar os pontos de vida dele e consequentemente o jogo. Vencemos por 2x1.

Rodada 2 - Dinowrestler x Yosenju

A minha segunda partida foi contra Yosenju, e prometia ser bem interessante. Eu estava frente a frente com meu primo e acima de tudo, um grande amigo, além de também ser membro do canal. Bateu aquele nervosísmo. Os dois estavam invictos e os dois Decks tinha mecânicas contrárias umas as outras. Os Yosenjus retornam para a mão e os Dinowrestler precisam de monstros em campo para funcionar. Ele ganhou nos dados, mas para a minha surpresa, preferiu começar. Com a mão cheia de monstros, ele Invocou dois Yosenjus e Invocou o Número 41: Bagooska, a Anta Terrivelmente Cansada em Posição de Defesa. Depois, baixou duas cartas no campo e ativou Despedida Final, mas foi negado com Ash Blossom, assim ele encerrou seu turno. Sem conseguir ativar efeitos de monstros, eu ativei Mundo Perdido. Invoquei por Invocação-Especial o Celasilat, mas ele foi mudado para Defesa e não podia ativar seus efeitos. O Token foi Invocado para o campo dele, e eu pensei em uma estratégia. Ativei Espólios do Enterro Tolo e enviei a Mundo Dino Lutador para o Cemitério. Invoquei por Invocação-Especial o Pankratops, e fiz a Invocação-Link do Lucanintrusteste. Fiquei com menos monstros que ele em campo e pude ativar o efeito da Mundo Dino Lutador, para Invocar o Dinolutador Sistegossauro. Utilizei os dois monstros para Invocar o Decodificar Transmissor. Como não havia feito nenhuma Invocação-Normal, eu Invoquei o Dinolutador CapoeiraptorDecodificar ganhou 500 de ATK. Declarei a Batalha e destrui o Bagooska no campo dele. Terminei meu turno. Durante a Fase de Apoio, ativei o efeito do Capoeiraptor e Invoquei uma segunda cópia para o campo, triggando o efeito do campo e Invocando outro Token. Ele não conseguiu Invocar nada relevante e permaneceu com os dois Tokens em campo. Durante o meu turno, comprei o Oviraptor Comendo Almas e o Invoquei, mas não Invoquei Tokens para o campo. Ativei o efeito do Oviraptor, e busquei o Ultimate Conductor Tyranno. Novamente, vencemos de OTK e estavamos brigando pelo título!

No segundo duelo, a história não se repetiu. Minha mão até veio boa, mas a dele veio cheia de negates que acabariam me atrapalhando mais tarde. Depois de Baixar 4 cartas, ele ativou Despedida Final novamente, mas dessa vez, eu nada pude fazer. No meu turno, Invoquei pela primeira vez no dia o Espírito Tenyi - Adhara e consegui Invocar o Naturia Beast, mas como nem tudo são flores, sua Invocação foi negada pela Golpe Solene. Como eu ainda tinha o Celasilat em minha mão eu o Invoquei para tentar me proteger no próximo turno. Era a vez dele, e ele Invocou os três principais Yosenjus, era o combo do triliche com três Kamas. Fui atacado de todas as maneiras, mas ainda sobrevivi. No meu turno, Invoquei o Pancratops e um Dinowrestler do qual não me recordo. Utilizei ambos como matéria para Invocar o Dinolutador Terra Parkourio e ativei Reviver Monstro para Invocar o Pancratops do Cemitério. Finalmente pude Invocar por Invocação-Fusão o Dinolutador Quimera T Wrextle e tive esperanças. Ainda deu tempo de Invocar o Tyranno novamente. Na Fase de Batalha ataquei com o meu Dinolutador e pelo seu efeito, impossibilitei que o meu oponente pudesse ativar Spells/Traps durante o ataque, mas quando ataquei com o Tyranno fui surpreendido pela Força do Espelho Tempestuosa e meus monstros voltaram para a minha mão. Eu ainda consegui Invocar o Tyranno de novo, mas não tinha cartas na mão. O turno dele começou, e ele Invocou 5 Yosenjus. Num ato de desespero, destrui o meu próprio Tyranno pelo seu efeito para Baixar todos os monstros deles no campo. Isso me salvou por mais um turno, mas não havia mais esperança. Não comprei nenhuma carta que pudesse me ajudar e no turno seguinte perdi o duelo. Empate!

Bom, e aqui vai um pequeno resumo do terceiro duelo. Minha mão veio muito ruim e a dele veio muito boa. Fui atacado até a morte e fim. Perdemos por 2x1, estava 4 à 3 no placar e estavamos em segundo, mas ainda haviam chances.

Rodada 3 - Dinowrestler x Magician Girl

Derrotamos o mestre e agora era a vez de enfrentar sua aprendiz. Sim, nossa próxima partida era contra Magician Girl e confesso que foi bem interessante. As novas "Magician Girl" que vieram no Pack do filme The Dark Side of Dimensions a alguns anos tinha uma estratégia que, querendo ou não, poderia atrapalhar a nossa. Todas possuiam efeitos que ativavam ao serem atacadas, e com isso poderiam Invocar outras da mão, Deck ou Cemitério para redirecionar o ataque enquanto cortava pela metade o ATK do monstro que atacava. Com um Deck focado em OTK, é bem provável que tivessemos problemas. Ganhei nos dados e deixei o meu oponente começar, e ele Invocou a Pequena Maga Baga para adicionar outra "Pequena Maga" para à mão. Além disso, ele deixou algumas cartas Baixadas. No meu turno Invoquei o Pancratops, e o Eskrimamenchi, mas ele ativou Dimensão Mágica, Invocou a Pequena Maga Chocolate e se livrou do meu Eskrimamenchi. Eu ataquei, mas ele pôde Invocar a Maga Baga novamente, protegendo a Chocolate de ser destruída. Durante o turno dele, ele Invocou por Invocação-Normal a Valquíria do Mago para se proteger, e a coisa ficou ainda pior quando ao ativar Dimensão Mágica novamente ele conseguiu Invocar a sua segunda cópia e se livrar do meu monstro. No meu turno, ativei a Espólios novamente e por esse motivo pude Invocar o Pancratops para o campo. Ativei Mundo Perdido e Invoquei o Oviraptor e um Token para o campo dele. Busquei o Tyranno e consegui Invocá-lo. Ataquei o Token e por esse motivo consegui destruir o Petiteranodon do Deck e Invocar outro Dinossauro. Usei o efeito do Tyranno também e causei 3000 de dano nele. Nos próximos turnos o cenário se repetiu, e eu venci o primeiro duelo.

No segundo duelo, a tônica foi praticamente a mesma. Ele Invocou suas "Magician Girl", dessa vez com destaque para a Pequena Maga Maçã, que me causou um problemão. O que mudou foi a forma como ele encarou meu Deck, mas precavido e ao mesmo tempo ofensivo. Dessa vez o Círculo Mágico Negro estava em campo. Meu turno começou e fui moldando o campo. Invoquei o Pancratops (essa carta veio na minha mão em praticamente TODOS os duelos) e o Oviraptor para buscar novamente o Tyranno, mas não quis Invocá-lo. Resolvi atacar, e me arrependi. Ao declarar um ataque com o Oviraptor ele ativou o efeito da Maçã e Invocou o Mago Negro para o campo, cortando pela metade o meu ATK, me causando dano (pois o ataque foi redirecionado) e ainda banindo o meu Pancratops. Mas, como ele tinha um efeito rápido eu pude ativar o seu efeito para destruir o Círculo Mágico em resposta. Minha situação não era boa, e para me proteger Invoquei o Tyranno. O turno dele começou e ele não tinha cartas para me atacar, então ele mudou a posição de batalha do Mago Negro e Invocou a Maga Baga, adicionando uma "Magician Girl", e terminou o turno. Eu não tinha monstros para destruir pelo efeito do Tyranno então ataquei a Maga Baga, que ativou seu efeito, mudou a posição de batalha e Invocou outra Maçã para o campo. Tava difícil furar essa defesa. No meu turno, comprei um monstro e o destruí pelo efeito do Tyranno. Mudei todos os monstros dele para posição de defesa e ataquei todos eles, causando 3000 de dano novamente. Os turnos foram passando e isso foi acontecendo, com danos adicionais por custos ou efeitos dele. Vários turnos depois, ele tinha 300 LP e eu ainda tinha muitos, mas ele ativou Buraco Negro e destruiu o meu Tyranno. Eu estava sem cartas na mão e tudo ia depender da minha compra. Ele Invocou a terceira cópia da Maçã e me atacou diretamente. No meu turno comprei um monstro, mas era o Escrimamenchi e por ser de Nível 6 eu não poderia Invocá-lo. E isso se repetiu durante 5 turnos até que ele conseguiu me derrotar. Terminei o duelo com 2 Escrimamenchi e 3 Spells na mão, que nada puderam fazer por mim. Empate!

O terceiro duelo foi completamente diferente e demorou muito pouco. Minha mão veio razoavelmente boa, mas a dele veio muito ruim e ele passou a vez com apenas uma carta baixada em campo. Com uma mão cheia de monstros e com Mundo Perdido foi muito fácil dar um OTK e vencer o duelo. Mais uma vez, saimos vitoriosos. Ainda podíamos ser campeões, mas o Yosenju havia vencido todos os duelos e estava com 6 pontos contra 5. Ele precisava perder, e precisavamos ganhar! Eu fui com tudo para a última rodada.

Rodada 4 - Dinowrestler x Metaphys

Com esperanças de ser campeão, havia chegado o momento da última rodada. As posições já estavam definidas, exceto pelo campeão e vice. Sim, a zebra do campeonato estava na disputa com o duelista mais habilidoso da turma (ao menos, em minha concepção), então era hora de arriscar. Estava enfrentando um Deck Metaphys e nunca havia o enfrentado antes, então não tinha ideia do quão forte eles poderiam ser. Eu venci nos dados, mas dessa vez resolvi começar. Comecei com uma mão muito boa, com Mundo Perdido e Oviraptor, além de jogadas defensivas pensando no turno seguinte. Eu também tinha Reviver Monstro na mão e pensei em fazer um Xyz do Lagia. Mas, tudo acabou na primeira carta. Ativei Espólios com a intenção de enviar Mundo Dino Lutador para o Cemitério e posteriormente utilizar seu efeito, mas assim que ativei minha Spell ganhei uma surpresinha. Ele ativou Deslocador Dimensional e ferrou (pra não dizer coisa pior) a minha estratégia por completo. Agora, tudo que seria enviado para o Cemitério, em vez disso seria banido. Sem ter muito o que fazer eu enviei a Transformação Campal para a "Zona das Banidas" e até Invoquei o Oviraptor, mas fui forçado a buscar o Pancratops e não pude reviver ninguém nem fazer Xyz. Terminei o turno assim. O efeito do Deslocador ainda estava ativo, pois durava até a End Phase do meu oponente. Com isso ele começou Invocando o Ragnarok Metafis e baniu as 3 cartas do topo do Deck. Nesse meio de cartas haviam 2 "Metaphys" que ativaram seus efeitos (não me pergunte o que eles faziam, porque eu ainda não sei rsrs) e um Necroface, e pelo seu efeito, mais 5 cartas de ambos os Decks eram banidas. Lá iam embora as minhas chances de vencer. Nesse montante, mais cartas Metaphys foram banidas e ativaram seus efeitos, destruindo o pouco campo que eu tinha. Fui atacado por alguns monstros e o Ragnarok ainda Invocou o Dragão Tirano Metafis e continuou atacando. Resultado, uma derrota. Pela primeira vez, saimos atrás no placar, e para o meu desespero, Fernando havia vencido o primeiro duelo e estava dando 1 x 0. Se eu não vencesse, adeus para o título.

No segundo duelo eu não dei chances para o meu oponente. Comecei com 3 Ash Blossoms na mão, e cara, foi muito épico. Apesar de não ter feito nada no meu primeiro turno eu consegui parar o turno dele, já que ao tentar buscar as cartas necessárias eu ativei Ash. A mão dele não veio boa e ele passou a vez com pouca coisa no campo. Eu lembro de ter comprado um Sistegossauro e o Invoquei. Ataquei diretamente e o ataque passou. No outro turno, novamente o cenário se repetiu. Ele ativou Asimmetafis e até baniu 1 monstro como custo, mas mais uma vez foi negado pela Ash Blossom. Comprei e Invoquei o Escrimamenchi e continuei atacando, tirando os pontos de vida dele aos poucos (ou talvez, aos muitos). No outro turno ele tentou novamente ativar o efeito da Asimmetafis, e mais uma vez eu ativei Ash Blossom em resposta. Ele ficou bem pistola, e com razão. No meu turno, Invoquei outro monstro e o ataquei. Aos trancos e barrancos, eu venci e claro, olhei para a mesa do lado. Yosenju estava passando por uma situação difícil e me acendeu uma chama de esperança. Ela acabou rápido, pois ele venceu. Oficialmente, eu era o segundo colocado, mas ainda havia um último duelo.

O duelo começou, e ele mandou eu começar. Não havia o que fazer com 2 Pancratops e 3 Escrimamenchi na mão. Sério, era isso mesmo. Dessa vez era oficial, brickou. Passei o turno e não tive nem chance de fazer nada, ele pegou uma mão maravilhosa e Invocou um monte de "Metaphys", ativando efeitos atrás de efeitos e eu até sobrevivi aos ataques, mas não comprei nada que pudesse me ajudar. Durante a minha Fase de Apoio os monstros banidos dele começaram a ativar seus efeitos e buscar cartas, Invocar monstros e tudo o que você imaginar. Bom, o resultado foi desastroso, perdi sem mal conseguir jogar, mas ainda tive tempo de ativar outra Ash Blossom somente pelo prazer de ver o ódio no rosto do meu coleguinha! Perdi, e feio, mas o que valeu de fato foi a diversão.

Se você gostou do nosso report, não deixe de conhecer o nosso canal no YouTube. Lá temos reports de outros torneios, e além disso, na Sexta-Feira (06) a "segunda parte" desse post irá ao ar em formato de vídeo, contando o ponto de vista do Fernando, o nosso campeão. Inclusive, meus parabéns para ele e para todo o nosso time, que deu um show. Dobradinha, medalha de ouro e de prata. Nada mal, não é?

Até a próxima galera!

Comentários