Boletim dos Artesãos - Fim dos Pro Points e Red Bull Untapped

Escrito por artesaosdomagic
Publicado em 08/07/2019
181 Visualizações, 1 Comentários.

Olá e sejam bem vindos a mais um Boletim dos Artesãos, com o que de mais importante aconteceu no mundo do Magic: the Gathering na última semana. Depois do turbilhão de novidades que foi a sequência de lançamentos de Guerra da Centelha, Modern Horizons e da Coleção Básica de 2020, o Magic finalmente deu uma desacelerada e essa semana foi bem calma. Mas isso não significa que não aconteceu nada digno de nota, então vamos logo às notícias.

Definidos os Finalistas do Red Bull Untapped

Esse fim de semana ocorreram os Qualificatórios físicos para o Red Bull Untapped em Florença, na Itália, e Bruxelas, na Bélgica. Juntando esses resultados aos Qualificatórios do Arena que ocorreram semana passada já temos os 8 competidores que lutarão em Londres, dia 4 de agosto, por uma vaga no Campeonato Mítico de Richmond.

Diferentemente dos Qualificatórios no Arena, que ocorreram de forma não presencial e num formato que já não é mais relevante hoje, o Standard de Guerra da Centelha, os Qualificatórios físicos foram transmitidos e nos trazem muito mais dados interessantes sobre o Modern, formato usado, mas que podem ou não ser relevantes, a depender do anúncio de Banidas e Restritas.

Em ambos as cidades, Bruxelas e Florença, tivemos o deck Hogaak Bridgevine, já comentado num boletim anterior, com a maior fatia do Metagame, em torno de 16%, então parte da história do campeonato era saber se o deck conseguiria transformar sua performance em resultados nestes eventos. Fechando os três decks mais jogados em ambos os classificatórios tínhamos o U/W Control como segundo deck mais popular e o Izzet Phoenix fechando o trio.

Em Florença, Hogaak, Necrópole Erguida não teve muito sucesso, já que o deck era pilotado por apenas 2 integrantes do Top 8, sendo um deles o jogador da MPL Andrea Mengucci, e ambos foram derrotados nas quartas-de-final para oponentes que jogavam com variações do combo Devoted Druid. Outro jogador da MPL estava presente no evento e também se classificou para as fases eliminatórias, dando à Liga uma taxa de conversão de 100% no torneio. Javier Dominguez pilotava um Izzet Phoenix e teve bastante mais sorte que seu companheiro ao enfrentar os Devoted Druid, vencendo não somente as partidas, mas se sagrando campeão do torneio.

 

Em Bruxelas o Bridgevine foi um pouco melhor representado no mata-mata, mas não muito, com 3 competidores confiando no deck para vencer o campeonato, sendo um deles outro jogador da MPL, Piotr Glogowski, deixando para trás outros 4 competidores da Liga que não tiveram a mesma sorte. Piotr jogou partidas muito difíceis contra dois U/W Control em sequência, passando para a semi-final, mas ficando por aí. O deck que acabou levando o campeonato foi um antigo conhecido do Modern, o Jund, pilotado por Anton de Smet.

Deck Jund - Modern

Anton De Smet 1° Lugar Qualificatório Red Bull Untapped Bruxelas

Autor: artesaosdomagic

 

Os oito finalistas dos Qualificatórios se enfrentarão em Londres no Arena com Standard Melhor-de-3 (Bo3). Boa sorte aos competidores! Você vai poder assistir tudo dia 4 de Agosto pelo canal da Red Bull no Twitch.

Classificados para as finais do Red Bull Untapped

Fim de Uma Era

Nas últimas semanas, os Pro Points, fruto do antigo sistema de Pro Players Club, que foi substituído esse ano pela MPL, foram finalizados. Embora tenha passado por mudanças durante seu período de validade o Pro Players Club era como os melhores jogadores de Magic eram organizados desde 2005, então é natural que haja algum sentimento de perda ao vê-lo sendo deixado de lado, ainda mais quando há algumas incertezas sobre o modelo atual.

Ao ver os maiores detentores de Pro Points de todos os tempos temos um gostinho da grandiosidade do Magic nesse período. Em primeiro lugar ficou o japonês Shuhei Nakamura, que está no Hall da Fama e possui seis Top 8s em Pro Tours e 32 Top 8s em GPs, com sete vitórias, o jogador com mais sucesso neste tipo de torneio. O segundo lugar ficou com o francês Raphael Levy, que também está no Hall da Fama e foi o capitão da equipe francesa que conquistou a Copa do Mundo de Magic em 2013. Além disso ele possui três Top 8s em Pro Tours e 23 Top 8s em GPs, com seis vitórias.

O terceiro lugar ficou com ninguém menos que Jon Finkel, estadunidense jogador do Hall da Fama que é celebrado como um dos dois melhores jogadores de Magic de todos os tempos, junto com Kai Budde, com 16 Top 8s em Pro Tours e três vitórias. O quarto é o jogador mais apontado para fechar o trio de melhores jogadores de Magic de todos os tempos, que também está no Hall da Fama e detém a posição de jogador de mais sucesso em termos de premiação, com12 Top 8s em Pro Tours, duas vitórias e 24 Top 8s em GPs, também duas vitórias, o brasileiro Paulo Vitor Damo da Rosa.

Classificação dos maiores detentores de Pro Points na história

Esperamos que o novo modelo de Jogo Organizado seja tão grande como seu antecessor e continue nos mostrando e premiando jogadores de alto nível, assim como os citados acima.

Qualificatórios do Arena para o MC V

Já foram reveladas as informações do Qualificatório do Arena para o Campeonato Mítico V, a ser realizado de 18 a 20 de outubro em Long Beach, Califórnia. A estrutura geral do classificatório permanece a mesma usada anteriormente, com dois dias de competição para os jogadores que ficaram entre os 1000 melhores do Mítico na plataforma tanto no Construído quanto no Limitado, desta vez nas temporadas 1, 2 e 3 de Guerra da Centelha, correspondendo aos meses de Maio, Junho e Julho.

Logo dos Classificatórios para Campeonato Mítico do Arena 2019

Os jogadores classificados competirão usando o formato Standard Melhor-de-3. No Dia 1 os competidores jogarão até atingirem 10 vitórias ou 2 derrotas, com os melhores 128 passando para o Dia 2, sendo que os critérios de desempate, caso sejam necessários, são respectivamente maior ranque no Magic Arena, segundo maior ranque, menor número de derrotas no Dia 1 e finalmente momento das derrotas no Dia 1, com quem perdeu mais tarde se classificando.

No Dia 2 serão sete rodadas de um suiço modificado, com os jogadores de campanha 5-0 e 5-1 se classificando, os de três derrotas eliminados, e ambos sendo retirados da competição à medida que ela avança. Os decks usados devem ser os mesmos do Dia 1.

Se você está na dúvida se é mesmo possível sair do Magic Arena para o cenário competitivo mundial, lembre que Matias Leveratto, campeão do Campeonato Mítico III em Las Vegas, se classificou através da plataforma.

A Espera pelo Anúncio de Banidas e Restritas

Hoje ocorre mais um anúncio de Banidas e Restritas e todos estão ansiosos para saber o que será do Modern. Com os decks baseados no cemitério e que oferecem condição de vitória tão cedo como turno 2, liderados pelo Hogaak Bridgevine, ganhando tanto destaque muitos esperam um banimento para enfraquecê-los. Outros acham que os resultados apresentados não são fortes o bastante para que um banimento seja necessário. Dependendo de quando você esteja lendo é provável que você já saiba o resultado, então nos diga, o que achou?

E assim finalizamos mais um Boletim dos Artesãos. O que você espera dos próximos campeonatos do Arena, Red Bull Untapped e Campeonato Mítico V? E o futuro do Modern com mais esse anúncio de Banidas e Restritas? Sinta-se livre para nos contar usando a seção de comentários. Você também pode nos alcançar por nossa página no Facebook ou Twitter. Obrigado pela leitura.

Thiago Santos dos Artesãos do Magic

Comentários

lfgcampos comentou em 08/07/2019 13:01

Ponte foi banida!!