Ao Infinito e Além!

Escrito por CyberseTeamBR
Publicado em 21/03/2019
258 Visualizações, 0 Comentários.

Salve duelistas!

Hoje, 21 de Março de 2019, chega ao TCG, a mais nova coleção chamada The Infinity Chasers, ou em Português, chamada de Os Caçadores do Infinito. É mais uma das muitas coleções especiais trazidas para o público, com 60 cartas, 40 Super Rares e 20 Secret Rares. Possuem 3 novos Arquétipos com mecânicas até certo ponto inovadoras, mas com um pouco de elementos já antes vistos, além de reprints interessantes, que estão divididos em 24 pacotes. E é nesse post que você fica por dentro de todas as novidades do nosso querido e amado jogo. Vem com a gente, e vamos fazer um test drive!

Deck #1: Infinitrack

Também conhecido como "Infinite Ignition" no OCG, esse é um dos mais novos Decks introduzidos nessa coleção. Todos os monstros do Arquétipo são do Tipo Máquina e do Atributo TERRA, e trabalham com a mecânica de Xyz e Link. É um Deck beatdown extremamente agressivo, até mesmo com os seus monstros de Main Deck, que permitem uma ótima interação com outros Arquétipos como os Trains ou Ancient Gear, que graças a cartas como Ferrovia Célere Pégaso Alado e Wivern do Mecanismo Antigo ganham muito mais consistência, pelos mesmos também possuírem o mesmo status, sendo monstros Máquina do Atributo TERRA. Os monstros de Main Deck giram em torno de fazer um swarm no campo, e possuem efeitos que manipulam os Níveis dos seus monstros, feita de forma interna, dentro do próprio Arquétipo, o que dá consistência. Na prática, fazem o mesmo que as Spells do Anime Yu-Gi-Oh! ZEXAL faziam, de forma bem menos consistente, por não serem buscaveis e bem situacionais. 

Além disso, todos os seus Monstros Xyz tem a habilidade de associar monstros destruídos pelos mesmos a eles como matéria, e também podem ser revividos do Cemitério ao Tributar 1 Monstro Link Máquina. Porém, na contra-mão dos monstros de Main Deck, a grande maioria dos Monstros Xyz tem efeitos que se baseiam em proteger o campo, ou destruir cartas do oponente, para controlar as ações no campo, enquanto possuem altos valores de ATK. Isso também dá ao Deck, um pouco da característica de controle de campo, não muito comumente vista em outros Decks do estilo Beatdown. 

O Deck também conta com 2 Monstros Link: Infinitrack Goliath, um monstro de Link-1 que entra fácil e campo, e serve exclusivamente para ser alvo dos Tributos dos seus Monstros Xyz, já que, ao ser enviado para o Cemitério, se associa a um monstro, e protege-o de ser destruído por qualquer efeito de carta. Já o Infinitrack Fortress Megaclops vai no sentido totalmente oposto, e é o principal monstro do Deck. Ele é um Link-3 com absurdos 4000 de ATK, e que precisa de 3 Monstros Xyz para ser feito. Apesar de difícil, é algo que compensa, já que ele não é afetado por nenhum efeito que não sejam de Monstros Xyz e não pode ser destruído por nenhum monstro que não seja um Monstro Xyz, além de também ser capaz de reviver um Monstro Xyz do Cemitério por turno, usando cartas do oponente como matéria.

Além disso, o Deck tem sua própria Rank-Up-Magic, que é a Outrigger Extension, que é buscável pela Infinitrack Crab Crane que permite Invocar do Extra Deck, 1 monstro Máquina de Rank maior do que outro que você controla. Isso serve muito bem para os próprios Xyz do Arquétipo, que possuem Ranks distintos, do 5 ao 9, mas o que o Deck sempre quer fazer mesmo é o Dragão Cibernético do Infinito, que é totalmente acessível graças aos seus Rank 5, e também por conta dessa carta.

Deck #2: Witchcrafter

Chamado de "Witchcraft" no OCG, esse é o segundo dos três Arquétipos que serão lançados na coleção. E dentre todos os outros, o mais hypado pela galera. Não possuem nenhum monstro de Extra Deck, o que é bem interessante para a Era Link, e além disso, todos os seus Monstros possuem Quick Effects que são ativados ao custo de descartar 1 Spell Card. Os monstros de Nível 4 ou menor, também precisam se auto-Tributar para Invocar por Invocação-Especial um monstro "Witchcrafter" diferente do Deck, além de possuirem efeitos que ativam no Cemitério, ao se banirem, e que servem para recuperar recursos e dar consistência. Já os monstros de Nível 5 ou maior só precisam descartar, mas ficam limitadas a Invocar por Invocação-Especial somente monstros da mão, além de dar efeitos de suporte, como negar outros efeitos de monstro em campo, que sua carta principal Witchcrafter Madame Verre faz com extrema facilidade.

Cada monstro de Nível 5 ou maior também possuem efeitos que dão suportes para monstros Spellcaster como um todo, que incluem se auto-Tributar para Invocar outro monstro, gerar proteção contra efeitos, ou aumentar seus ATK/DEF, além disso, eles também servem como swarm, já que enchem o campo com extrema facilidade, e por esse motivo, podem ser usadas em conjuto com outros Decks Spellcasters, como os Spellbooks ou Dark Magician, que também abusam do uso de Spells em suas mecânicas de jogo.

E para garantir que as suas jogadas possam continuar sem nenhum out de recursos, todas as Spells do Deck possuem um efeito em comum, onde durante a Fase Final, elas retornam do Cemitério para à sua mão ou campo se você controlar algum Witchcraft. Apesar de ser bom para pagar os custos dos seus monstros, isso também pode nos gerar um perigoso drawback, já que não poderemos usar os seus efeitos principais no turno em que ela retornar para à mão por seus próprios meios. Entre suas principais cartas estão as Witchcrafter Creation, que busca qualquer monstro do Arquétipo do Deck para à mão, além da Witchcrafter Bystreet, uma Magia Contínua que nos oferece proteção, além de poder ser usada como substituta para o custo de algum efeito. Porém, as outras Spells também tem um papel importante no Deck, já que possuem variados efeitos que podem reciclar recursos, reviver monstros, destruir cartas ou retornar cartas para a mão,

De todo modo, a melhor Spell/Trap do Arquétipo é sem dúvidas a Witchcrafter Masterpiece: uma Trap que nos permite adicionar 1 Spell do nosso Deck para a nossa mão, com o mesmo nome de outra Spell em qualquer Cemitério, e servindo não só para adicionar as nossas cartas "Witchcrafter" em uma eventual Mirror Match, assim como para adicionar cartas como Reviver Monstro, Chamado da Cova ou Raigeki, que são cartas comumente utilizadas no formato, e que podem já estar no Cemitério do nosso oponente. Além disso, a Masterpiece também pode se banir,  junto com qualquer número de Spells do Cemitério, e Invocar um "Witchcrafter" cujo Nível seja igual ao de cartas banidas, podendo trazer inclusive a Master Verre ou a Witchcrafter Potterie, que ao custo de descartar 1 Spell, pode trazer QUALQUER outra Witchcrafter para o jogo, e por ser de Nível 2, gasta muito menos recursos do Cemitério.

Deck #3: Evil Eye

Apesar de ser o Deck menos comentado dentro da coleção, esse é o Deck que acreditamos que pode nos trazer boas surpresas. Chamado de "Cursed Eye" no OCG, esse Deck tem como foco o uso da Equip Spell Card Evil Eye of Selene, enquanto controla o campo com efeitos de monstros, bloqueando as ações do seu oponente. Seu principal monstro de Main Deck é o Serziel, Watcher of the Evil Eye, que quando Invocado por Invocação-Normal, nos permite adicionar qualquer carta "Evil Eye" do Deck à mão, exceto ele mesmo, sendo o principal buscador do Deck e um alvo fácil para a Evil Eye of Selene. E por falar nisso, quando está equipado com ela, ganha um Quick Effect, que permite destruir 1 monstro Invocado por Invocação-Especial do oponente, mas te obriga a destruir 1 carta sua na próxima Standby Phase, mas que de certa forma pode te ajudar na mecânica do Deck.

Outra carta que será comumente usada em conjunto com o Serziel é a Medusa, Watcher of the Evil Eye, que quando Invocada por Invocação-Normal nos permite adicionar 1 carta "Evil Eye" do Cemitério a nossa mão, sendo uma ótima recicladora de recursos (que foram destruídos pelo efeito do Serziel). Além disso, quando equipada com e Evil Eye of Selene, também ganha um efeito Quick, que pode banir 1 carta do Cemitério do oponente, sendo muito útil em muitas Matchups do Meta (Salamangreat, Sky Striker ou Orcust, por exemplo). Mas, durante a próxima Standby Phase, você terá que banir 1 carta do seu Cemitério. E também temos o Basilius, Familiar of the Evil Eye, que pode ser Invocado caso já tenhamos um Evil Eye no campo, e uma vez por turno, nos permite enviar uma Spell/Trap para o Cemitério, o que é muito bom para enviarmos a Equip Spell Card.

O Arquétipo também tem um Monstro Link, chamado de Zerrziel, Ruler of the Evil Eyed, que caso seja feito usando um monstro com 2600 ou mais de ATK, pode atacar duas vezes em cada Battle Phase, e além disso, se equipado com a Equip Card, pode destruir 1 carta do oponente como um efeito Quick. Ele também nega os efeitos de um monstro para o qual ele apontar durante a Standby Phase, o que pode ser extremamente útil para negar os efeitos prejudiciais dos seus próprios monstros Evil Eye.

O Deck também conta com uma Magia de Campo, chamada de Evil Eye Domain - Pareidolia, que pode ser buscada pelo Serziel, e também é uma ótima buscadora, já que quando ativada, nos permite adicionar qualquer monstro do Arquétipo para a mão, que normalmente será o Basilius, que enviará a Evil Eye of Selene para o Cemitério. Já a Evil Eye of Selene nos premia com seu maravilhoso efeito: o monstro equipado não poderá ser destruído por batalha ou efeitos e nem alvo de efeitos, e além disso cada vez que o monstro equipado, ou outra carta "Evil Eye" ativar seu efeito ou for ativada, o monstro equipado ganhará 500 de ATK, e você perderá 500 LP. Isso deixa o campo muito forte, uma vez que ativamos múltiplos efeitos em um só turno, e enquanto destruimos as cartas do oponente, ou reduzimos os seus recursos, os monstros vão ganhando ATK e se tornando imunes a destruição ou efeitos. Além disso, caso esteja em seu Cemitério, ao simples custo de banir 1 outra Spell/Trap e pagar 1000 LP, você pode Baixa-la de volta ao campo, e proteger os seus monstros novamente.

Além disso, o Deck também conta com poderosas Spells/Traps como a Evil Eye Awakening, que quando ativada, nos permite Invocar um Evil Eye do Cemitério, mas que pode Invocar do Deck, caso controlemos a Equip Spell do Arquétipo. Outra carta que merece destaque é a Evil Eye Confrontation, que é uma Quick-Play com o efeito idêntico ao do Mystical Space Typhoon, mas que nos dá um bônus de banir a Spell/Trap destruída caso controlemos a Equip Spell. 

E por fim, temos a Evil Eye Mesmerism, que nos permite tomar o controle de um monstro do oponente Invocado por Invocação-Especial com um ATK maior do quê os nossos monstros Evil Eye, além de tratá-lo como um monstro "Evil Eye", que serve de efeito para ativarmos a nossa Equip Spell utilizando ele como alvo. E também temos a Evil Eye Retribution, que é a nossa Solemn Judgment do Deck, negando a ativação de qualquer Spell/Trap caso controlemos um "Evil Eye", e não podendo ter sua ativação negada caso a Equip Spell Card esteja ativa no campo. E sem dúvida, essa incrível consistência e rapidez do Deck pode fazer com que eles virem uma grata surpresa no Metagame,  mesmo como um bom rogue.

Lembrando que, se você gostou das novas cartas e pretende tê-las em sua coleção, não esqueça que em breve na MYP Cards, você terá todas elas por um preço totalmente acessível! Não deixe de conferir. Assim como também vos peço para que visitem o nosso canal no Youtube, e se inscrevam, caso ainda não estejam inscritos. Temos vídeos novos toda Segunda, Quarta e Sexta, e por vezes um vídeo extra na semana!

Até a próxima pessoal :)

Att, Cyberse Team BR!

Comentários